Imprimir

Imprimir Notícia

02/04/2019 às 12:20 | Atualizada: 03/04/2019 às 07:24

Vereadores recusam afastar Emanuel Pinheiro por 'locação fantasma'; Veja vídeo

Por 14 votos contra e 9 a favor, os vereadores por Cuiabá rejeitaram o pedido de abertura de uma comissão processante, apresentada pelo vereador Diego Guimarães (PP), para investigar a possível contratação de um 'aluguel fanstama' de um imóvel localizado na Avenida Getúlio Vargas, em Cuiabá. 

Os vereadores de oposição estavam na expectativa do afastamento do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) para investigar se ele teria pago R$ 72 mil pela locação do imóvel onde funcionou o antigo restaurante Adriano. 

O autor do requerimento apontou ainda que a Prefeitura, por meio da Secretaria dos 300 Anos, também locou um outro imóvel para instalar a pasta, no valor de R$ 26.640,00.

Assinaram o requerimento os vereadores:  Felipe Wellaton (PV), Lilo Pinheiro (PRP), Clebinho Borges (DC), Marcelo Bussiki (PSB), Dilemario Alencar (Pros), Wilson Kero Kero (PSL), Vinicyus Hugueney (PP), Abilio Brunini (PSC) e Dr. Xavier (PTC). 

O presidente da Câmara, Misael Galvão (PSB), e o autor do requerimento, Diego Guimãraes, não tinham direito ao voto, conforme o regimento interno da Casa. 

 
 
 
 Imprimir