Cuiabá, sábado, 17/04/2021
23:07:45
informe o texto

PlayAgora / Entrevista

07/04/2021 às 15:58 - Duração: 00:10:02

'A culpa é de quem contrata a empresa e entrega na mão dela as vidas humanas'

O Observatório Social de Mato Grosso enviou uma carta aberta ao governador Mauro Mendes (DEM) em relação à contratação da Organização Goiana de Terapia Intensiva (OGTI) para administrar a UTI do Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, ao custo de R$ 7,9 milhões. O motivo é que um levantamento feito pelo Observatório aponta que a empresa teve índice de 100% de mortalidade no Hospital Regional de Sinop, nos meses de outubro, novembro e dezembro do ano passado.
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet