Cuiabá, sexta-feira, 03/04/2020
23:02:38
informe o texto

PlayAgora

26/03/2020 às 16:54 - Duração: 00:06:26

Caminhoneiro desabafa sobre falta de estrutura em rodovias durante pandemia

O PlayAGora conversou com o caminhoneiro Ilizeu Kosooski. Gaúcho de Garibaldi, morador de Goiânia (GO), ele viaja o país inteiro - inclusive em Mato Grosso - e 70% das cargas que transporta são de alimentos.

Ilizeu desabafou em suas redes sociais na última segunda-feira (23/03) depois de parar num único restaurante aberto às margens da BR-101, em Casimiro de Abreu (RJ), e ver o estabeleciomento sendo fechado.

O depoimento emocionado comoveu o Brasi e a postagem teve milhares de compartilhamentos. O caminhoneiro mantém uma página no Instagram onde conta os desafios e dificuldades da profissão: @aestradadeilizeu

Ao PlayAgora, Ilizeu relatou que nada mudou desde a postagem do vídeo e que poucos estabelecimentos de apoio à categoria seguem funcionando. "Estamos livres, mas presos... Não sabemos como será o próximo minuto que iremos enfrentar", disse o caminhoneiro que segue transportando carga.

Governo Federal
Em nota, o Ministério da Infraestrutura informou que se reuniu com a Confederação Nacional de Municípios e que vai elaborar uma nota técnica e uma sugestão de decreto para orientar prefeituras a manter as atividades essenciais ao trabalho dos profissionais do transporte como oficinas, borracharias e restaurantes nas rodovias.

Governo de MT
Em novo decreto publicado nesta quinta-feira (26/03) o Governo do Estado deixou claro que não vai restringir atividades econômicas essenciais. Entre as atividades iberadas estão o funcionamento de restaurantes e congêneres em rodovias estaduais, oficinas mecânicas, além do transporte e circulação de mercadorias e insumos para atividades essenciais.

Marina Martins
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet