Cuiabá, quarta-feira, 29/05/2024
14:06:31
informe o texto

Artigos / Colunas / Dra. Adriana Costa

19/10/2023 às 10:55

Ultrassom dermatológico no diagnóstico de doenças da pele

O ultrassom dermatológico é um importante aliado para diagnosticar e tratar uma série de doenças relacionadas à pele. Trata-se de um exame que funciona por meio de aparelhos de ultrassonografia com transdutores de alta resolução, ou seja, acima de 14Mhz, permitindo a análise de estruturas superficiais como a derme, epiderme e unhas.

Com o exame é possível verificar e avaliar lesões cutâneas, localização, profundidade, vasos sanguíneos e muito mais. Dessa forma, são obtidas informações que complementam o exame clínico, contribuindo para um diagnóstico mais adequado.

O ultrassom dermatológico, além de ajudar na identificação ou confirmação de tumores de pele e vasculares, também se mostra eficaz na área de dermatologia cosmética (cosmiatria), assim como na avaliação de lesões das unhas.

Por não se tratar de um processo invasivo, o exame não oferece riscos à saúde do paciente. Dessa forma, sua realização é rápida e prática, sem a necessidade de preparação e sem apresentar restrições.

Os principais tipos de ultrassom dermatológico utilizados estão relacionados às lesões de pele, lesões de unha e cosmiatria. O avanço da dermatologia cosmética e uso de preenchedores, como faciais, contribui para o aumento da indicação para o ultrassom na cosmiatria. Afinal, o ultrassom tem capacidade para diferenciar os tipos de preenchedores, sua localização e volume utilizado.

Com a utilização do ultrassom dermatológico é possível identificar doenças que antes não eram possíveis de forma precoce.

Atualmente, o ultrassom dermatológico contribui para a identificação e avaliação de diversos problemas na derme. Confira alguns deles:

 
  • Lesões benignas e malignas (avaliando tamanho, profundidade e vascularização);
  • Lesões da epiderme e derme (abscessos e infecções cutâneas);
  • Avaliação diferencial de lesões não dermatológicas;
  • Diferenciação de preenchimentos cutâneos;
  • Diagnóstico precoce de câncer de pele;
  • Lesões em unhas das mãos e pés;
  • Avaliações pré-operatórias;
  • Tumores na pele.
Além disso, é fundamental realizar exames como o ultrassom dermatológico em uma clínica especializada, com profissionais qualificados e equipamentos de qualidade, permitindo que o resultado seja obtido de forma correta.

Dra. Adriana Costa

Dra. Adriana Costa
* é médica radiologista, especialista em radiologia pediátrica, integra as equipes do Hospital de Câncer, Idapi (Instituto Lombardi) e Cadim em Cuiabá (MT)
ver artigos
 
Sitevip Internet