Cuiabá, quarta-feira, 23/06/2021
02:23:02
informe o texto

Notícias / Geral

11/06/2021 às 14:25

Nova sede da escola militar começa a ser construída em Sorriso

Expectativa é que unidade seja entregue em dezembro deste ano com quase o dobro do número de vagas

Leiagora

Nova sede da escola militar começa a ser construída em Sorriso

Foto: David Borges

A Escola Estadual da Polícia Militar Tiradentes Cabo Antônio da Silva Amaral, de Sorriso (420 km de Cuiabá), terá sua primeira sede própria. O prédio, com 16 salas de aula, quadra poliesportiva e toda a parte administrativa começa a ser construído no bairro Portal Kaiabi. O Governo do Estado vai investir R$ 4.957.979,61, por meio do programa Mais MT, e a contrapartida do município será de R$ 101.183,26.

A ordem de serviço para o início da obra foi emitida em fevereiro deste ano. O trabalho está na parte da fundação. Secretário de Estado de Educação, Alan Porto vistoriou a obra nessa quinta-feira (10) e ouviu do engenheiro responsável que a expectativa é que o prédio seja entregue em dezembro deste ano.

“A construção da sede da Escola Tirantes em Sorriso é uma reivindicação antiga da comunidade. O governador Mauro Mendes determinou a construção desta unidade que vai praticamente dobrar a capacidade que possui hoje”, enfatizou.

O secretário lembra que Mato Grosso possui hoje 12 escolas militares. A 13ª unidade foi anunciada pelo governador Mauro Mendes (DEM) em maio deste ano e será construída em Sinop (500 km de Cuiabá).

A determinação do governo é expandir estas unidades e até o fim do ano a expectativa é que sejam 18 unidades.

Alan Porto enfatiza que a gestão destas escolas é de responsabilidade da Polícia Militar, mas todo o corpo docente e a parte pedagógica é da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

“Estamos em um momento de grandes mudanças, com diversas ações sendo implantadas para melhorar a aprendizagem dos nossos estudantes. A criação das escolas militares e a melhoria das que já existem fazem parte das ações e ocorrem com apoio da sociedade. Em 2020 tínhamos cerca de 3 mil estudantes nas escolas militares e para 2021 já são quase 9 mil”, destaca o secretário.

Alan Porto ainda enfatiza o bom desempenho das Escolas Estaduais Militares de Mato Grosso no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Enquanto a média estadual no Ideb, para os Anos Finais do Ensino Fundamental é de 4,5, a menor nota nas escolas militares é de 6,4. Na avaliação do Ensino Médio as escolas militares também se destacam. Enquanto a média estadual no Ideb registra nota 3,4, nas escolas militares é de 4,9 a 6,2.

Sonho realizado

Diretor da Escola Tiradentes de Sorriso, o tenente coronel Ilton Botelho da Costa, acompanhou o secretário na visita ao canteiro de obras e afirmou que a nova sede vai representar um avanço ainda maior na qualidade de ensino.

“A infraestrutura da escola é uma dimensão muito importante na mensuração da qualidade do ensino. Ela cria valores de pertencimento, uma doutrina de ensino, gera no aluno uma motivação a mais para estudar e vai potencializar ainda mais os nossos resultados. Queremos agradecer a todos que estiverem envolvidos na realização deste sonho”.

O diretor afirmou que a obra é a realização de um sonho da comunidade. “Esse é um momento ímpar, principalmente para os pais, mães, alunos, comunidade em geral”.

Presidente da Comissão de Mães da Escola Militar, Rosiele Aparecida Silva dos Santos afirma que é um momento de muita alegria, por ver o início da construção da sede.

Ela destaca que a comissão foi criada quando a escola foi notificada a deixar o primeiro local que ocupou, dentro de um shopping em Sorriso. O espaço não era adequado para o ensino, não possuía acessibilidade, tinha problemas na parte elétrica, mas era o único que tinha.

Os alunos foram primeiro remanejados para o prédio da Escola Estadual Arlete Maria Capellari, mas de forma provisória. Depois de muita luta, foi alugado o prédio de uma escola particular no município, onde a escola funciona hoje.

Rosiele acredita que o novo prédio vai garantir mais qualidade no ensino e irá incentivar ainda mais os profissionais e os alunos. Mãe do adolescente Felipe Gabriel da Silva Santos, de 15 anos, que está no 1º ano do Ensino Médio, ela afirma que a obra mostra que todo o esforço valeu a pena.

A escola militar tem hoje 540 estudantes matriculados a partir do sétimo ano do Ensino Fundamental. Hoje, as aulas estão na modalidade não presencial, como em todas as escolas da rede estadual. A expectativa é que as aulas na modalidade híbrida sejam retomadas no início de agosto, após o recesso do meio do ano.

 
Da Seduc

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet