Cuiabá, quarta-feira, 21/02/2024
09:06:45
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

30/11/2023 às 17:38

113,1 PONTOS

Cuiabá registra recuo na confiança do empresário do comércio em novembro

O recuo observado na pesquisa local também é verificado no índice nacional, que está em retração pelo terceiro mês consecutivo

Leiagora

Cuiabá registra recuo na confiança do empresário do comércio em novembro

Foto: Fecomércio

A pesquisa de novembro que monitora a Confiança do Empresário do Comércio (Icec) na capital apresentou a segunda queda mensal consecutiva do seu índice, chegando a 113,1 pontos. O levantamento realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e analisado pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT) mostra, ainda, uma queda de 22,5% no comparativo anual da pesquisa, quando o índice estava em 146 pontos.

O recuo observado na pesquisa local também é verificado no índice nacional, que está em retração pelo terceiro mês consecutivo, atingindo 110,3 pontos. O índice atual também está 16,4% menor que o apurado no mesmo período do ano passado (131,9 pontos).

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, explica que “a visão menos positiva dos empresários impacta nas expectativas de investimento e do futuro econômico. Porém, esse cenário pode mudar com as tendências de movimentação de consumo do fim de ano, além das expectativas positivas para a economia no estado”.

Entre os subíndices da pesquisa que mostraram as maiores diminuições no mês, destacam-se as Condições Atuais do Comércio (-3,9%) e Situação Atual dos Estoques (-3,7%). Já entre os subíndices que cresceram, estão a Expectativa da Economia Brasileira (2,6%) e a Expectativa das Empresas Comerciais (1,2%).

Wenceslau Júnior esclarece que “apesar de pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias apresentar uma melhora na expectativa de compras para este período do ano, atrelada a uma tendência de diminuição da taxa de juros, ainda é possível observar uma queda na confiança do empresário em Cuiabá, ficando mais próximo dos 100 pontos, o que separa o nível de satisfação e de insatisfação por parte dos empresários”.

Conforme análise do IPF-MT, todos os subíndices apresentaram queda na comparação anual, sendo que a queda de 50,5% nas Condições Atuais da Economia se mostrou a mais significativa e, logo depois, as Condições Atuais do Comércio, com recuo de 40,1%. As menores quedas são da Situação Atual dos Estoques, de -10,0%, e Expectativa das Empresas Comerciais, com variação de -12,7%.

 
Fecomércio
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet