Cuiabá, quarta-feira, 21/02/2024
07:15:46
informe o texto

Notícias / Política

06/12/2023 às 07:33

MERCADO VERDE

Fábio endossa críticas de Mauro na COP e cobra que países ricos coloquem a mão do bolso

"Não podemos ser legados ao subdesenvolvimento por pressões externas", diz secretário da Casa Civil

Da Redação - Renan Marcel/ Reportagem local - Jardel P. Arruda

Fábio endossa críticas de Mauro na COP e cobra que países ricos coloquem a mão do bolso

Foto: Reprodução

Em Cuiabá, o secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia (União), endossou as críticas feitas aos países ricos pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União), durante sua participação na  Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 28), em Dubai.  Para o governador, muitas das críticas desses ao Brasil são infundadas, uma vez que a produção agrícola está alinhada ao desenvolvimento sustentável.

No painel "Transição econômica para a Amazônia: desenvolvimento socioeconômico de baixas emissões", Mauro afirmou que Mato Grosso tem dado exemplo para o mundo ao aliar a produção de alimentos em larga escala com a preservação ambiental, na contramão dos países ricos, que têm aumentado o consumo de carvão - uma das principais causas das emissões de carbono.

Durante a inauguração da nova sede do SAE, no bairro Lixeira, Fábio Garcia reforçou o entendimento. "Nós não podemos ser legados ao subdesenvolvimento por pressões externas. Nós já temos a legislação ambiental mais restritiva do mundo. Aqueles que querem que o Brasil preserve ainda mais do que obriga a nossa legislação, precisam colocar a mão no bolso. Existe muita pressão, muita exigência sobre nosso País, mas não vejo nenhum país desenvolvido colocar a mão no bolso para compensar o Brasil por um serviço ambiental que já faz ao mundo".

Mauro na COP

O governador Mauro Mendes destacou ainda que grande parte do mundo não está contribuindo para frear a crise climática. E lembrou a importância de Mato Grosso na produção agrícola no mundo.

"É mais fácil falar da Amazônia brasileira. É mais fácil nos criticar, criticar o Brasil, criticar a todos nós que estamos preservando mais de 60% do nosso território. Não podemos aceitar que o mundo aponte o dedo pra nós quando grande parte do mundo não está fazendo sua parte, principalmente os países desenvolvidos", destacou.

O governador pontuou que o Brasil e Mato Grosso precisam assumir "o papel de potência ambiental".

"Nós somos um exemplo para o mundo e muitas vezes somos transformados em vilões. Temos que assumir esse papel de potência ambiental. É a única região do planeta que pode, nos próximos anos, nas próximas décadas, produzir alimentos acima do crescimento da demanda mundial", relatou.

Como exemplo da preservação, Mauro Mendes citou que Mato Grosso reduziu o desmatamento em mais de 80% nos últimos 20 anos.

"Todo esse trabalho de preservação está alinhado com as políticas da ONU. A estabilidade do clima é fundamental para a produção de alimentos e para a segurança alimentar do planeta. E somos um dos maiores produtores de alimentos do mundo", disse.

De acordo com o governador, a preservação é um dever de todos, já que toda a população tem sentido os efeitos das mudanças climáticas.

"No Brasil hoje nós vivemos de uma maneira muito clara os efeitos dessas mudanças. Chuvas intensas no sul, seca no médio norte do país e no norte do país. Teremos neste ano uma perda gigantesca na nossa safra, por conta da mudança no ritmo das chuvas. Essa é uma realidade que está impactando o meu estado e impacta o planeta", completou. 

 
Com Assessoria
 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet