Cuiabá, terça-feira, 28/05/2024
18:55:05
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

21/01/2024 às 16:48

SEM ESCAPATÓRIA

Prefeito prevê queda de 20% na safra de soja e afirma que colheita irá embasar perdas na safra do milho

Prevendo essa queda, ele afirma que baixou em novembro passado um decreto que visa dar maior segurança jurídica ao produtor rural

Da Redação - Kamila Arruda / Da Reportagem Local - Luíza Vieira

Prefeito prevê queda de 20% na safra de soja e afirma que colheita irá embasar perdas na safra do milho

Foto: Reprodução

Sorriso deve perder cerca de 20% da safra de soja por conta da estiagem. A estimativa foi feita pelo Sindicato Rural do município, que espera a primeira colheita no próximo mês, para ter uma noção sobre as possíveis perdas na safra do milho.
 
A informação é do prefeito Ari Lafin. “Reflete no comercio, automaticamente diminui o fluxo de negócio e isso também traz um resultado na arrecadação do estado que reflete no município. Vamos aguardar os resultados da colheita da soja, e dentro dessa primeira safra de soja vamos ter uma noção do que poderá acontecer na safra de milho. É um ano de atenção para todos, o reflexo do comercio já começa a ser sentido”, disse.
 
Prevendo essa queda, ele afirma que baixou em novembro passado um decreto que visa dar maior segurança jurídica ao produtor rural. “Emitimos um decreto de emergência no dia 21 de novembro, que da ampara ao produtor rural que confirmar o seu prejuízo por meio de laudos de um engenheiro agrônomo. A partir disso, o próprio produtor rural vai ter que procurar fazer as renegociações baseadas no seu prejuízo. Nós não temos muito o que fazer. É administrar o momento com sabedoria e aguardar os resultados”, completou.
 
A queda na safra tem preocupado diversos gestores municipais, assim como o governador Mauro Mendes (União) que, inclusive, já começou o ano anunciando contingencialmente de gastos.

Nos últimos anos, Mato Grosso contuou com uma sequência de recordes quanto à produção de soja, que agora terá um declínio significativo. Conforme a projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado terá a maior queda na produção de grãos em todo o país, o que equivale a 14,6%.

A principal responsável pelo declínio foi a falta de chuvas, em períodos comumente mais chuvosos no ano. 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet