Cuiabá, sábado, 20/04/2024
12:56:20
informe o texto

Notícias / Variedades

25/03/2024 às 13:34

NEM COM DINHEIRO

Hermès enfrenta ação judicial por dificultar vendas da bolsa Birkin

Um processo coletivo foi protocolado nos Estados Unidos contra a grife. A alegação é de “venda casada” para aquisição da icônica peça

Leiagora

Hermès enfrenta ação judicial por dificultar vendas da bolsa Birkin

Foto: Jeremy Moeller/Getty Images

Uma ação coletiva foi protocolada no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, contra a Hermès. De acordo com os documentos judicias, a grife francesa condicionou a venda da bolsa Birkin, uma das mais famosas da marca, à compra de outros itens pelos consumidores.

Vem entender!

As clientes Tina Cavalleri e Mark Glinoga acusam a Hermès de só permitir a venda da icônica bolsa a quem tem um “histórico suficiente de compras”. Segundo a lei da Califórnia, caso seja comprovada a exigência, a grife estaria violando as regras ao vincular a venda de um item a outros.

Na ação, Tina afirma que entrou com pedido de compra da Birkin em setembro de 2022, mas foi avisada que a peça era vendida apenas para clientes que haviam sido consistentes em apoiar a marca. A consumidora também informou que já gastou “milhares de dólares” na Hermès, porém alega uma espécie de pressão para adquirir outros produtos da label.

Por não conseguir comprar a bolsa, a dupla entrou com uma ação conjunta na justiça estadunidense para que impeça a grife de manter a prática da “venda casada”, além de pedir uma indenização financeira. Sinônimo de exclusividade e luxo, a Birkin é considera um dos itens mais caros da moda, com preços que variam de US$ 10 mil a mais de US$ 1 milhão.

Hermès e a exclusividade da Birkin

Em 1984, a Hermès lançou a peça que se tornaria uma dos mais cobiçadas da indústria de luxo. Inspirada na atriz franco-britânica Jane Birkin, a bolsa de couro, feita a mão, passou a ser vista constantemente em visuais de celebridades e milionários.

Ao longo dos anos, a Birkin ganhou novos tamanhos e cores, mas um fato ainda continua o mesmo: a exclusividade para tê-la. A Hermès só vende a bolsa nas lojas físicas, além de ter uma longa lista de espera para quem pretende adquirir o item.

De acordo com a Hermès, os vendedores não recebem comissões pelas vendas das bolsas Birkin. A grife tem cerca de 43 lojas apenas nos Estados Unidos, das quais oito ficam na Califórnia.Com um legado durável na história da moda, as bolsas Birkin sempre foram associadas a um posto quase “inalcançável”. A ação judicial chega para movimentar ainda mais o debate de elitismo.

 
Metrópoles

 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet