Cuiabá, sábado, 28/11/2020
21:08:51
informe o texto

Notícias / Leia Rápido

01/07/2018 às 12:08

Brasil x México: saiba como será o funcionamento dos serviços e órgãos nesta segunda em Cuiabá

Maisa Martinelli

O jogo da Seleção Brasileira na Copa do Mundo Fifa irá modificar a rotina dos cuiabanos nesta segunda-feira (3). A disputa Brasil x México acontece às 10 horas (horário local), alterando o horário de funcionamento de algumas empresas e órgãos.

Durante o jogo, o transporte público circulará na Capital com apenas 80% da frota.  No entanto, antes e depois da partida o funcionamento será normal.

Em relação ao comércio, a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) explica que não há uma orientação quanto ao atendimento nas lojas e shoppings. Sendo assim, cada lojista tem a possibilidade de decidir se funciona normalmente ou não.

As agências bancárias, em dias de jogos às 11h, funcionarão das 7h30 às 9h30 e das 13h às 15h, tanto no interior como na capital.

Quanto às escolas, também não há um posicionamento a ser seguido. Cada instituição pode decidir se suspende as aulas ou não. Caso decida paralisar os trabalhos, é necessário enviar uma data de reposição para a Seduc.

Aos órgãos municipais, a Prefeitura de Cuiabá decretou ponto facultativo. A decisão foi estabelecida mediante o decreto nº 6.632, emitido na sexta-feira (29), definindo que o Município não irá operar no dia da partida Brasil x México.

Em Várzea Grande, a Prefeitura também determinou ponto facultativo, com o decreto nº 35 de 28 de junho de 2018, publicado na última sexta-feira. No entanto, não será aplicado aos serviços essenciais, como saúde, coleta de lixo, manutenção de distribuição de água, segurança e aos plantões já estabelecidos, bem como os de fiscalização e mobilidade urbana.

O Governo do Estado também informou que não haverá expediente nos órgãos do Executivo, de acordo com o decreto nº 1.535 de 12 de junho de 2018, que prevê o ponto facultativo nos dias de jogo da Seleção Brasileira no período matutino na Copa do Mundo da Rússia. Assim, caberá aos dirigentes máximos dos órgãos e entidades a decisão de manter  o funcionamento dos serviços essenciais às respectivas áreas de competência.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet