Cuiabá, segunda-feira, 08/03/2021
01:24:47
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

04/07/2018 às 18:30

Preço pago ao produtor de leite no MT avança 5,05% em maio ante abril

Iury Lupaudi

O preço do leite pago ao produtor de Mato Grosso avançou 5,05% em maio, comparado à média do mês anterior, a R$ 1,04 por litro, informa o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). "A oferta restrita foi o principal motivo para esse aumento", justificam os especialistas do instituto em relatório sobre o setor. Em contrapartida, o índice de captação do Imea registrou baixa de 2,57% em maio ante abril, tendo em vista o início da entressafra no Estado e os efeitos negativos da greve dos caminhoneiros, ocorrida no fim de maio.

"A pecuária de leite tem dificuldades para retomar o rumo do crescimento, por causa das margens estreitas da atividade", afirma o documento. Segundo o Imea, a média de preço do leite já recuou 11,4% no 1º trimestre em termos reais, no comparativo anual. Assim, os investimentos do setor foram postergados, refletindo na produtividade do rebanho e na produção do campo.

Apesar do cenário de ajuste nas margens, existe a expectativa de que a melhora na renda do produtor possa incentivá-lo a produzir mais. No atacado e no varejo, as cotações dos derivados lácteos apresentaram alta, com destaque para a muçarela na indústria, que subiu 11,95%, e o leite pasteurizado no varejo, cujo avanço foi de 4,68%.

Nesta semana, o Imea também realizou a terceira estimativa do Valor Bruto da Produção (VBP) do leite para 2018 em Mato Grosso. A nova projeção indica que o montante total que será pago aos pecuaristas ficará em torno de R$ 513,4 milhões, aumento de 3,31% em relação ao levantamento divulgado em março. No comparativo anual, a tendência é de queda de 4,12%. "Essa diminuição é reflexo da atual conjuntura da cadeia, de produção e preço do leite menores do que os observados em 2017", explica.

 

Estadão Conteúdo - Nayara Figueiredo

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet