Cuiabá, sábado, 06/03/2021
22:53:08
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

03/09/2018 às 09:33

Blairo Maggi comemora decisão que suspendeu liminar que proibia o Glifosato

Maisa Martinelli

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, confirmou, em sua página do Instagram, na manhã desta segunda-feira (3), que o Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF 1) suspendeu a liminar que proibia o uso do Glifosato. Na rede social, Maggi comemorou: ?Agora sim a boa notícia?, disse ele.

No mês passado, uma decisão da 7ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal determinou a proibição do uso de alguns agrotóxicos, incluindo o Glifosato. ?Está mais que suficientemente demonstrada a toxidade dos produtos para a saúde humana?, afirmou a juíza que proferiu a ordem.

O Glifosato é o agrotóxico mais utilizado no Brasil, em especial por produtores de soja. A Organização Mundial da Saúde (OMS), a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC), a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) já se posicionaram sobre os malefícios da substância.

Segundo o IARC, o produto reduz a produção de progesterona em mamíferos, causando a mortalidade de células placentárias e é supostamente carcinogênico; a OMS  e a Abrasco o classificam como ?provável carcinógeno humano?, e em uma escala de 1 a 5, formulada pela OMS, este é o segundo maior risco que pode ser dado a uma substância.

Com a decisão do TRF 1, o uso do Glifosato volta a ser permitido.

Direto da Redação, Maisa Martinelli

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet