Cuiabá, quarta-feira, 18/09/2019
12:21:38
informe o texto

Notícias / Cidades

08/05/2019 às 16:11

Escolas Estaduais participam de Feira de Matemática de Barra do Bugres

19 projetos de escolas da rede estadual foram selecionados para representar Mato Grosso no Encontro

Leiagora

Escolas Estaduais participam de Feira de Matemática de Barra do Bugres

Foto: Seduc/MT

Dezenove projetos de escolas da rede estadual foram selecionados para representar Mato Grosso no Encontro Nacional de Educação Matemática, que será realizado entre os dias 14 e 17 de julho, na Arena Pantanal, em Cuiabá. A seleção foi feita na segunda-feira (06) durante a 1ª Feira de Matemática de Barra do Bugres (Femabb).

Participaram do evento 34 escolas, de seis municípios do Estado, sendo 19 escolas da rede estadual. Ao todo, foram apresentados 226 trabalhos, envolvendo cerca de 900 alunos da educação básica e 170 professores orientadores. Dos 226 trabalhos apresentados, 35 foram selecionados para representar Mato Grosso no Encontro Nacional.

Além das escolas estaduais, participaram do evento escolas municiais e privadas. Os trabalhos apresentados na Femabb concorreram em quatro categorias: Educação Especial; Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental; Anos Finais do Ensino Fundamental; e Ensino Médio.

Na categoria Ensino Médio, uma das escolas estaduais selecionadas foi a Júlio Muller, com o trabalho “A Matemática na Engenharia Mecânica”, apresentado pelos alunos Mariangela Sales, Carlos Henrique Oliveira e Vandriane Oliveira.
“A feira me ajudou a entender melhor a matemática, pois além de aprender questões sobre o meu projeto, aprendi também com os projetos de outros colegas. Estou achando bem mais interessante”, disse a aluna Mariangela Sales, 15 anos.

O aluno Carlos Henrique, 16 anos, disse que também passou a gostar mais da matemática. “Antes achava a matéria um pouco chata, mas agora, depois que conheci vários projetos e forma de aprender, vi que pode ser bem mais divertida do que parece”. 

Outro trabalho que foi selecionado na categoria Ensino Médio foi o “Desenvolvendo Raciocínio Lógico com Imagens”, da EE Alfredo José da Silva. 

A aluna Lohayne Miranda Rodrigues, 17 anos, que apresentou o projeto, disse que escolheu o raciocínio lógico por achar que ele deve ser trabalhado com mais frequência nas escolas. “Ele está no nosso dia a dia e pode ser uma opção mais fácil e divertida de fazer com os jovens entendam melhor a matemática”.

A colega de Lohayne, a aluna Maria Samira dos Santos, 17 anos, disse que sempre gostou da disciplina, mas mesmo assim tinha dificuldade em aprender. “Não conseguia fazer entrar na minha cabeça. Mas a feira me ajudou a compreender melhor algumas questões”.

Além das escolas Alfredo José e Júlio Muller, também tiveram seus trabalhos selecionados para o Encontro Nacional de Educação Matemática as escolas EE Indígena Jula Paré; EE Julieta Xavier Borges; EE José Ourives; EE João de Campos Borges; EE Evangélica Assembleia de Deus; e EE 29 de Novembro.

O gestor governamental da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Nelson Viana, disse que ficou impressionado com a qualidade dos trabalhos apresentados. “Todo esse sucesso demonstra o empenho dos professores envolvidos na feira. Precisamos incentivar cada vez mais eventos como esse, pois é uma forma de fazer com que nossas crianças e jovens tomem gosto pela aprendizagem da matemática”.

Conforme destacou a assessora pedagógica de Barra do Bugres, Jucelia Vasconcelos, a realização do evento é uma forma de ampliar o conhecimento, melhorar o desempenho escolar e permitir aos alunos novas descobertas. “O incentivo é uma das formas mais eficazes de estimular e obter bons resultados no ensino e pode ser determinante para que o aluno tenha sucesso, independentemente da idade ou classe social, e é isso que estamos presenciando aqui”, observou.

A Femabb é organizada pela Sociedade Brasileira de Educação Matemática, Regional Mato Grosso (SBEM/MT), em parceria com a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), por meio do Projeto de Extensão Feiras de Matemática nos Processos Formativos de Professores que Ensinam Matemática. Conta ainda com o apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e da Prefeitura de Barra do Bugres.

Para o coordenador geral da feira, professor Márcio Urel Rodrigues, a qualidade dos trabalhos apresentados demostra que o evento teve o resultado esperado, ou seja, que os alunos estão aprendendo e gostando da matemática. “São 226 oportunidades para aprender uma matemática que faz sentido e faz com que os alunos desenvolvam habilidades, passando a perder o medo e não ver mais a disciplina como um monstro, mas sim como algo agradável de se aprender”.

O professor acrescentou que a realização da feira também contribuiu para um movimento formativo para os professores envolvidos. “Essa é a oportunidade de mostrarem o trabalho brilhante que fazem dentro da sala de aula”.
Com informações da Assessoria, Rosane Brandão | Seduc-MT 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet