Cuiabá, quinta-feira, 22/08/2019
07:37:07
informe o texto

Notícias / Cidades

18/07/2019 às 10:36

Professores da rede pública de Cuiabá participaram do encontro nacional de Matemática

O evento é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Educação Matemática e promove discussões sobre tendências metodológicas e pesquisas realizadas na área

Leiagora

Professores da rede pública de Cuiabá participaram do encontro nacional de Matemática

Foto: Jorge Pinho

Cerca de 150 professores da rede pública municipal de Ensino participaram esta semana do 13º Encontro Nacional de Educação Matemática (ENEM), que teve como tema, a “Educação Matemática com as Escolas da Educação Básica: Interações entre pesquisa e salas de aula”. Dividido em três eixos, Práticas Escolares, Pesquisa em Educação Matemática e Formação de Professores, o evento teve como objetivo, contribuir para melhorar os processos de ensinar e de aprender matemática nas Escolas da Educação Básica do Brasil.

Cerca de 4 mil pessoas, entre estudantes, pesquisadores, professores, mestres e doutores no assunto compartilharam suas experiências, novos métodos de ensino da Matemática e participaram de uma feira com 74 experimentos selecionados, mostrando atividades diferenciadas e aplicações da Matemática para a Educação Especial, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Médio e Superior.

Segundo Márcio Rodrigues que é professor da Unemat, e coordenador local do 13º Encontro Nacional de Educação Matemática, essa é a primeira vez que Mato Grosso sedia um evento de tamanha importância para a ciência, pesquisa, ensino, qualificação e aprendizado de novas tecnologias da Matemática. O encontro também marcou as comemorações dos 300 anos de Cuiabá.

“O encontro de educação em Matemática congregou professores da Educação Básica, alunos da graduação, pedagogia, e pesquisadores de todos os estados brasileiros. Também participaram mais de 15 países, entre eles, da América do Sul, a Argentina e a Venezuela, entre outros no que é o maior encontro sobre o assunto do Brasil”, disse ele anunciando que a próxima edição do evento, a 14º, já tem cidade escolhida, será em Natal, no Rio Grande do Norte, em 2022.

A Sociedade Brasileira de Educação Matemática é quem organiza todos os encontros. Sem fins lucrativos a entidade reúne professores das universidades para promover ações como essas. “Encontros como esses, servem para compartilhar experiências”, explicou Marcio Rodrigues avaliando que ao final, essa troca de conhecimentos, impacta positivamente no aprendizado das crianças.

O compartilhamento de experiências muda a prática de ensino da Matemática, por isso é importante que o professor da Educação Básica e o pesquisador, tenham esse tipo de contato, para balizar ações  do educador na sala de aula. “Nós como professores, quando fazemos o curso de graduação, saímos com uma única compreensão; devermos ser eternos aprendizes, para continuar aprendendo e levando sempre coisas novas para os alunos”, destacou Marcio Rodrigues.

Novas experiências

Para a professora Laura Izabel Marques Vasconcelos, da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Profª Maria Dimpina Lobo Duarte, a experiência foi válida, e serviu para renovar e aprender novos conceitos.  A professora falou sobre os cursos oferecidos na Feira da Matemática, que vão contribuir para melhorar a prática pedagógica. “Acabei de sair de uma oficina de soroban (ábaco japonês), onde aprendi as quatro operações, de forma muito significativa. Nossos alunos aprendem o material para fazer as atividades em sala de aula”, comentou a professora Laura.

Rosélia Lanague, professora na EMEB Dep. Ulisses Silveira Guimarães, formada em Matemática e Pedagogia, disse que a experiência foi importante para os profissionais da rede que puderam participar e mostrou nas oficinas, maneiras diferenciadas e lúdicas do aluno aprender. “O que levo daqui são inovações tecnológicas na área de Educação que complementam o meu conhecimento, melhorando e vão melhorar minha atuação em sala de aula”, concluiu a pedagoga.

A professora Juscelda Matana, que trabalha na graduação, pós-graduação e ensino fundamental, além de ser professora da rede, também se disse entusiasmada com as palestras. Para ela, o treinamento é único e um fato inédito para os professores em Cuiabá, não importando a profissão que o cidadão exerce, porque a matemática é fundamental na nossa vida. “Nós vivenciamos a Matemática a cada momento, a cada instante em nossas vidas, então devemos pensar no ensino da Matemática não só na escola”, disse ela.

A professora Cecilia Batista Campos, ensina a disciplina na rede básica e integra a equipe de formação da Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá. Para ela, os debates e experiências foram importantes para formação dos professores, já que as tecnologias fazem parte da educação e da prática pedagógica. “Os ensinamentos aprendidos aqui vão enriquecer a pratica do professores e ajudar na metodologia em sala de aula”, terminou a docente.

Encontro

O Encontro Nacional de Educação Matemática é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, Regional Mato Grosso (SBEM), organizado pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), com apoio das prefeituras de Cuiabá e de Várzea Grande, por meio das secretarias municipais de Educação dos dois municípios. O evento foi aberto no domingo (14) e encerrado nesta quarta-feira (17).
Direto da Redação, Adão de Oliveira e Maria Barbant

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet