Cuiabá, domingo, 17/11/2019
11:24:49
informe o texto

Notícias / Judiciário

04/11/2019 às 14:06

Ex-deputado é inocentado de acusações de posse ilegal de arma e munições

O magistrado determinou a absolvição do ex-parlamentar, por considerar se tratar de "um homem público sem nenhum contato com criminalidade".

Maisa Martinelli

Ex-deputado é inocentado de acusações de posse ilegal de arma e munições

Foto: MidiaNews

O ex-deputado estadual, Moises Feltrin, foi absolvido das acusações de crime de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido e munições de uso restrito. A decisão, proferida no último dia 31, é do juiz Lídio Modesto da Silva Filho, da Quarta Vara Criminal de Cuiabá.

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado (MPMT) em 2016, foram encontradas armas e 13 munições de uso restrito em sua residência durante busca e apreensão. No decorrer das investigações, ficou comprovado que as armas apreendidas estavam registradas no nome de Feltrin, sendo posteriormente devolvidas.

Inicialmente, o magistrado havia considerado que, pelo fato de somente as munições terem sido encontradas, não retira o perigo da conduta.

No entanto, depois o juiz entendeu que o caso envolve “um homem público sem nenhum contato com criminalidade, de modo que não se pode atribuir ao custodiado a pecha de um criminoso”.

“Vejo, em verdade, que o acusado é pessoa trabalhadora, com avançada idade, e não tem vinculação com criminalidade e a imputação de crime deve ser relativizada. O que está a ocorrer é um constrangimento ao acusado, porque o objeto apreendido não tem o condão de sozinho, causar mau a quem quer que seja”, completou Lídio.

Desta forma, determinou a absolvição do ex-parlamentar.

“Diante do exposto, julgo IMPROCEDENTE os pedidos da denúncia e ABSOLVO o acusado MOISÉS FELTRIN, qualificado nos autos, relativamente aos fatos descritos na denúncia destes autos, o que faço em razão do reconhecimento do princípio da insignificância e da atipicidade da conduta, nos termos do art. 386, III, do Código de Processo Penal”, determinou o magistrado.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet