Cuiabá, quarta-feira, 23/09/2020
05:51:23
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

10/12/2019 às 16:48

Cresce a contratação do crédito rural de julho a outubro

Segundo o Ministério da Agricultura, as operações de custeio somaram R$ 54,1 bilhões

Leiagora

Cresce a contratação do crédito rural de julho a outubro

Foto: Reprodução

A contratação de crédito rural nos quatro primeiros meses da safra 2019/2020 (julho a outubro) somou R$ 93,5 bilhões, alta de 6% ante igual período da temporada anterior. Segundo o Ministério da Agricultura, as operações de custeio somaram R$ 54,1 bilhões (+5%), de investimento, R$ 23,2 bilhões (+16%), de comercialização, R$ 9,9 bilhões (-22%) e de industrialização, R$ 6,1 bilhões (+61%).

Ainda conforme a pasta, as contratações de crédito rural pelos médios produtores, no âmbito do Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural), cresceram 33%, para R$ 12,58 bilhões em custeio (+33%) e R$ 1,27 bilhão em investimento (+41%).

Na agricultura familiar, esses financiamentos ficaram em R$ 7,97 bilhões em custeio (+12%) e R$ 6,69 bilhões (+25%) em investimento.

"As operações de financiamento agropecuário com recursos livres tiveram acentuada expansão, passando de R$ 18 bilhões na safra passada, para R$ 21,24 bilhões na safra atual", disse a pasta, em nota. "Esse aumento é explicado pela contribuição dos recursos da poupança rural e da LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), cujo direcionamento obrigatório para o crédito faz parte do esforço de diversificação das fontes de financiamento agropecuário.

A utilização de recursos da fonte LCA na atual safra atingiu R$ 12,24 bilhões, uma alta de 12%, sendo que nas contrações para custeio esse aumento foi de 28%, se situando em R$ 6,8 bilhões."

O Ministério diz que em programas de investimento os maiores aumentos foram no Inovagro - Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (+85%), o Programa ABC - Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (+60%) e o Moderagro - Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (+53%), além do PCA - Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (+51%). "No agregado, os financiamentos de investimento aumentaram 16%, se situando em R$ 23,22 bilhões."

 
Direto da redação, Estadão Conteúdo

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet