Cuiabá, terça-feira, 07/07/2020
04:22:45
informe o texto

Notícias / Esporte

18/06/2020 às 11:00

Com orçamento três vezes maior que o anunciado e vários atrasos, Dutrinha é prometido para fim do ano

Em ritmo reduzido nos últimos três meses devido à pandemia, a obra atingiu 60% de execução.

Alline Marques

Com orçamento três vezes maior que o anunciado e vários atrasos, Dutrinha é prometido para fim do ano

Foto: Gustavo Duarte

Interditado desde 2015, o tradicional estádio Dutrinha começou a ser reformado ainda em 2019 e depois de vários adiamentos e com um orçamento que triplicou, saltando de R$ 450 mil para R$ 1,5 milhão, a previsão agora é que a obra seja entregue até o fim da gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, ou seja, final do ano. 

A Prefeitura de Cuiabá informou esta semana que a obra segue em ritmo reduzido e depois de 18 meses, as obras no Estádio Eurico Gaspar Dutra alcançaram 60% de execução. Nos últimos três meses, a justificativa do atraso é devido à pandemia do coronavírus, no entanto, a última data anunciada para inaugurar era 8 de abril de 2020, aniversário de 301 anos de Cuiabá.

A obra é executada pela Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, em parceria com a Secretaria de Serviços Urbanos e Obras Públicas. Atualmente, os operários trabalham no acabamento dos vestiários, finalizam drenagem do campo e banco de reservas. 

“As medidas de combate ao novo Coronavírus reduziram nosso ritmo, mas não nos parou. Estamos avançando com segurança para a entrega desta que é a obra mais significativa para o Esporte na gestão Emanuel Pinheiro. Os vestiários estão recebendo acabamento e logo mais, no campo, a grama será colocada”, comentou o secretário de Cultura, Francisco Vuolo.

Com a reforma dos vestiários, a obra entra em sua terceira etapa de execução. O espaço privado aos jogadores vai receber grama sintética, terá espaço para concentração, aquecimento e banheiros com chuveiros. Nesta fase, o muro também foi reconstruído. 

A reforma do estádio foi dividida em três etapas: a primeira, orçada em R$ 450 mil, compreendeu a readequação de todo o espaço atendendo a medidas de segurança e acessibilidade, a segunda, que custou mais R$ 600 mil, trata-se da mudança de posicionamento dos postes de iluminação e a troca do gramado, enquanto que a terceira etapa, que é a construção do novo muro e modernização dos vestiários, fará com que a prefeitura gaste mais R$ 500 mil.

O corredor de acesso do campo ao vestiário foi coberto, a área de entrada das torcidas e as arquibancadas foram separadas. Os jogadores e comissão técnica vão entrar ao estádio pela lateral do muro que dá acesso ao campo e depois seguem para o vestiário. Todas as medidas foram tomadas para garantir o conforto e segurança dentro da arena esportiva.

Em abril, quando deveria ser inaugurada, a Secretaria de Serviços Urbanos iniciou a retirada do gramado para a implantação do sistema novo de drenagem e irrigação, que vai diminuir os custos de manutenção e consumo de água. O novo gramado será padrão grama Esmeralda. 

Para garantir iluminação adequada para jogadores, torcida e também para transmissão em veículos de comunicação, os postes foram realocados. 

De acordo com a prefeitura, todo o investimento na reforma do Dutrinha é realizado exclusivamente pelo Município via Fonte 100.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet