Cuiabá, quarta-feira, 23/09/2020
09:45:57
informe o texto

Notícias / Geral

23/07/2020 às 14:09

Suposto ataque de onça a animais assusta moradores em área urbana

Um vídeo gravado no último domingo mostra os graves ferimentos em uma vaca que foi encontrada ainda vida

Edyeverson Hilario e Luzia Araújo

Suposto ataque de onça a animais assusta moradores em área urbana

Foto: Reprodução

Um vídeo de uma vaca com uma grande ferida causada por um suposto ataque de onça pintada tem circulado em conversas de moradores da região do Distrito Industriário e Pedra 90, em Cuiabá. O vídeo foi gravado no último domingo (19) em uma propriedade rural próximo ao Rio Aricá e essa não seria a primeira vez em que os moradores, encontram animais feridos ou restos de animais em sua propriedade.
 
De acordo com um produtor rural, Ricardo Costa, aparições de onças na região não é uma novidade. “Sempre nesse período de seca ela sobe. Acho que os bichos que ficam do lado da mata acabam subindo em busca de alimentos e ela vem atrás. Tem muita capivara, veado do mato, anta, mas quando ela não acha, vai nos bezerros. O que tiver mais fácil, ela ataca”.
 
Ricardo recorda que ela comeu um bezerro dele há uns 8 meses atrás. Mas, esse não foi o primeiro animal perdido e que ele não foi o único a ter baixa no seu plantel de animais. “Nesse tempo já comeram 3 bezerros meus e uns 5 carneiros de um vizinho, em uma só noite”. Segundo ele, muitas vezes ela nem come o animal, só mata.
 
Devido ao risco de ter animais mortos em ataques de onças, Costa relatou que ele e os produtores rurais da região não deixam vacas que estão prestes a parir no campo. “Trazemos para perto da casa, porque se os bezerros derem mole, ela come mesmo. Aqui tem cachorro, por isso ela não chega perto”, explica.
 
O comandante da Polícia Ambiental disse que não há o que se fazer nesse caso, já que se trata de uma região de mata, portanto, habitat natural do felino. Além disso, apesar de o vídeo atribuir o ataque ao animal, o fato não foi confirmado.
 
"Certo é que existe a possibilidade, o que nos implica monitorar aparições ou outros indícios, contudo, manejo de animais silvestres de vida livre não nos remete a ação diretas, principalmente quando em seu habitat natural. Nestes casos a Polícia Ambiental monitora e eventualmente participa em apoio aos órgãos competentes, quando devidamente acionados", informou à reportagem do Leiagora.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet