Cuiabá, sexta-feira, 26/02/2021
02:43:18
informe o texto

Notícias / Polícia

25/01/2021 às 14:10

Seis são presos em flagrante ao tentar levar drogas à unidade prisional

Flagrante contou com apoio de policiais penais da cadeia de Vila Bela

Leiagora

Seis são presos em flagrante ao tentar levar drogas à unidade prisional

Foto: PJC MT

A Polícia Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá), com apoio da Polícia Penal do município prendeu em flagrante neste domingo (24) seis pessoas suspeitas de envolvimento em uma ação criminosa para entrar com substâncias entorpecentes na unidade prisional da cidade.

A situação teve início quando policiais penais interceptaram uma sacola plástica contendo erva mate misturada a maconha. Ao questionarem as pessoas que tentavam entrar na cadeia pública com a droga, elas indicaram que o material foi entregue por um mototaxista, minutos antes. Também informaram que receberam uma ligação de um preso da unidade, que seria o destinatário da encomenda, e que o material deveria ser buscado com o mototaxista.

Ao ser localizado, o mototaxista contou que recebeu a ligação de um preso no dia anterior, que solicitou que ele buscasse alguns produtos na casa da esposa de um colega de cela e que entregasse para aio destinatário que iria ao estabelecimento penal.

As equipes da Polícia Civil identificaram a esposa do preso e ela foi encaminhada para prestar esclarecimento na Delegacia da Polícia Civil. Ela confirmou que recebeu os produtos na noite do sábado, que o mototaxista passou buscar na manhã de domingo para buscar a encomenda e fez contato com seu marido, que está preso com o preso que encomendou os produtos.

Foram identificados os presos que teriam efetuado as chamadas telefônicas de dentro da unidade prisional e os policiais penais e civis realizaram buscas em duas celas para localizar os celulares, contudo, não se obteve sucesso.

A quantidade de droga apreendida ainda está sendo apurada, pois está dissimulada em meio da erva mate. Três celulares e pouco mais de R$ 1.200,00 também foram apreendidos.

De acordo com o delegado João Paulo Berte, a parte dos envolvidos alegou que não sabia que estava transportando ou guardando drogas, que apenas estavam cumprindo pedidos feitos por amigos ou familiares. “Ocorre que tal inocência parece um tanto quanto conveniente, pois não é crível que alguém receba uma ligação de um preso e faça serviços de busca, entrega e transporte de materiais, sem ao menos se questionar de que algo ilícito está acontecendo”, disse o delegado.

A responsabilidade de cada um dos envolvidos será apurada. Todos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.


 
Assessoria PJC 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet