Cuiabá, quinta-feira, 04/03/2021
15:01:59
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

16/02/2021 às 17:53

Saiba quem deve receber as parcelas do novo auxílio emergencial

O novo auxílio emergencial deve contemplar mais de 40 milhões de pessoas. Em 2020, atingiu um número próximo de 65 milhões de cidadãos.

Jornal DCI

Saiba quem deve receber as parcelas do novo auxílio emergencial

Foto: Marcello Casal / Agência Brasil

Um número menor de pessoas deve receber o novo auxílio emergencial em comparação com os pagamentos do ano passado. Assim como, o valor das parcelas também deverá ser reduzido. O objetivo é atender as camadas mais carentes da população e usar menos recursos do que em 2020.

A expectativa é que as parcelas do benefício fiquem entre R$ 200 e R$ 250 e sejam pagas de março a junho. O auxílio deve ser recriado através de um crédito extraordinário, que permite usar recursos de fora do teto de gastos e do orçamento para o caso de despesas urgentes.

O objetivo do ministro da Economia Paulo Guedes é inserir uma cláusula de calamidade pública na PEC do Pacto Federativo, que se trata de uma proposta de um novo modelo fiscal para o país e tramita desde e tramita desde novembro de 2019 no Congresso.

Quem vai receber os valores do novo auxílio emergencial?

O novo auxílio emergencial deve contemplar mais de 40 milhões de pessoas. A informação é da Folha de São Paulo, em reportagem publicada no dia 14 de fevereiro. Em comparação, no ano passado o benefício atingiu um número próximo de 65 milhões de cidadãos. Foi pago aos desempregados, trabalhadores autônomos, informais e beneficiários do Bolsa Família.

Para chegar a este montante, o Ministério da Economia pretende direcionar as parcelas apenas a população das camadas mais baixas de pobreza. Segundo a mesma reportagem mencionada, que ouviu pessoas que estão a par da recriação do benefício, essa intenção está amparada no fato de que 75% dos beneficiários do auxílio emergencial pago em 2020, representavam 50% da população com menos recursos. Sendo assim, o auxílio em 2021 deve ser destinado a esses 75%.

O custo do programa deve ficar em torno de R$ 24 bilhões e R$ 50 bilhões. Ao passo que em 2020, o total investido foi de R$ 322 bilhões, com pagamento de abril a dezembro.

Mães solteiras vão receber o dobro do benefício?

Em 2020, as mães chefes de família receberam duas cotas do benefício a cada mês. Em cinco parcelas de R$ 1.200 e depois em parcelas de R$ 600 do auxílio residual. Neste ano, com o novo auxílio emergencial, o Ministério da Economia discute a eliminação desse pagamento em dobro.

Quem é do Bolsa Família vai receber o novo auxílio emergencial?

Outra dúvida é em relação aos beneficiários do Bolsa Família. Os quais, fizeram parte do auxílio emergencial no ano passado e receberam os valores de R$ 600 e R$ 300 seguindo o calendário regular do programa.

Neste ano, esse grupo não deve ser beneficiado pelo novo auxílio emergencial. No entanto, a expectativa é que as famílias recebam um aumento em seus pagamentos mensais, de modo a se alinharem aos valores do auxílio.

Na discussão sobre um novo Bolsa Família, se discute o aumento do benefício médio dos atuais R$ 190 para R$ 200 ao mês. Bem como, zerar a fila de espera do programa, formada por cidadãos que atendem aos requisitos do programa, mas ainda não aguardam pela inclusão e recebimento de valores.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet