Cuiabá, sábado, 19/06/2021
20:27:26
informe o texto

Notícias / Judiciário

07/06/2021 às 15:00

TJ diz que delação prevê ressarcimento e desbloqueia bens de ex-secretário

Valdisio Viriato é delator dos esquemas de mensalinho do Governo com a Assembleia Legislativa

Camilla Zeni

TJ diz que delação prevê ressarcimento e desbloqueia bens de ex-secretário

Foto: TJMT

A Segunda Câmara de Direito Público e Coletivo do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT)  reformou a decisão que autorizou a indisponibilidade de bens do ex-secretário adjunto da Secretaria de Transportes e Pavimentação Urbana (atual Sinfra) Valdisio Juliano Viriato. 

A decisão foi publicada no Diário de Justiça Eletrônico desta segunda-feira (7), e atendeu a um recurso do ex-secretário. 

Valdisio Viriato é delator no âmbito da operação Sodoma, que apurou esquemas para fraudes em incentivos fiscais, promovidas pelo grupo criminoso chefiado pelo ex-governador Silval Barbosa. O acordo foi firmado com o Ministério Público do Estado em 2018.

Na decisão, os desembargadores ressaltaram que a delação premiada do ex-secretário já prevê o ressarcimento de valores, de forma que seria incabível a indisponibilidade de bens. Pelos termos firmados, ele deve devolver R$ 1,5 milhão, sendo R$ 750 mil a título de ressarcimento ao erário

“Celebrado acordo de delação premiada junto ao Ministério Público Estadual e de comprometimento de ressarcimento do dano ao erário, acrescido de multa civil e dano moral coletivo, com expressa previsão de quitação na esfera da improbidade administrativa acerca da responsabilidade patrimonial do colaborador, não há que falar-se, em relação a este, em decreto de indisponibilidade de bens", diz a publicação.

O valor bloqueado não foi informado na decisão e a ação corre em segredo de Justiça.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet