Cuiabá, sábado, 13/04/2024
19:26:30
informe o texto

Notícias / Política

29/02/2024 às 17:47

RECUPERAÇÃO DE ESTRADA

Vereadores denunciam prefeito de Matupá por desvio de dinheiro em obra avaliada em R$ 25 milhões

Gestor rebateu e afirmou que parlamentares protagonizam “ação politiqueira”

Amanda Garcia

Vereadores denunciam prefeito de Matupá por desvio de dinheiro em obra avaliada em R$ 25 milhões

Foto: Reprodução

Um grupo de vereadores do município de Matupá (700 km de Cuiabá), denunciaram o prefeito, Bruno Mena (União Brasil), de desviar dinheiro público no convênio firmado com o Ministério de Agricultura (MAPA), para a recuperação da estrada E-60, considerada uma das principais vias de ligação das Glebas União, Padovani e de uma vasta região produtora com  sede no município. O projeto em questão, é avaliado em R$ 25 milhões. 

Nas redes sociais, Mena rebateu as acusações e afirmou que os parlamentares protagonizam uma “ação politiqueira”. 

A denúncia apresentada pelos vereadores Marcos Icassatti Porte (MDB), José de Jesus Louredo (PL) e Carmilton Lopes Jorge (PL), foi protocolada junto a Superintendência da Polícia Federal de Sinop, ao Ministério Público Federal, a Procuradoria Geral da República - Unidade Sinop, ao Núcleo de Ações de Competências Originárias (Nacco), CGU (Controladoria Geral da União), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e Agência Nacional de Mineração.

De acordo com o documento, do valor total da obra, cerca de R$ 11 milhões, destinam-se exclusivamente ao transporte de cascalho. Acontece que, em mais de 70% do trecho a ser recuperado, que é de aproximadamente 134 km, já existe uma densa camada de cascalho que chega a 30 centímetros de espessura, o mesmo exigido para a execução da obra. 

Conforme os relatores, ao gestor chegou a ser questionado sobre a necessidade do ‘cascalhamento’ do trecho, por meio de requerimento no Poder Legislativo. No entanto, o Mena destacou "não levar em consideração o cascalho ali existente”. 

Além disso, os vereadores destacaram que, na gestão anterior, a estrada da havia passado por obras de infraestrutura Padrão-Dnit, com investimentos pesados em cascalhamento, bueiros, pontes de concreto e galerias. Dessa maneira, estando ‘mais que pronta’ para receber o pavimento asfáltico. 

O contrato que é objeto da denúncia, começou a ser executado no ano passado e, de acordo com os vereadores, as irregularidades, já ocorriam desde o início dos serviços. 

Segundo os parlamentares, os trâmites do projeto são absurdos e desconectados com a realidade desde a sua elaboração até a execução. Até o momento, nenhum dos órgãos de controle e fiscalização se manifestaram diante da denúncia. 

Outro lado 

Nas redes sociais, o prefeito destacou que a denúncia se trata de uma “ação politiqueira” dos vereadores, no intuito de ‘denegrir’ ações. 

“A verdade sempre vai prevalecer, temos que acabar com a velha política do quanto pior melhor”, defendeu o gestor. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Bruno Mena (@brunomenamatupa)

Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet