Cuiabá, quarta-feira, 17/07/2024
15:38:07
informe o texto

Notícias / Esporte

01/04/2024 às 17:34

PROJETO OLIMPUS

Maioria dos atletas de alto rendimento que recebem bolsa do Governo de MT tem entre 14 e 25 anos

Levantamento realizado pela Secel informa também as modalidades com maior número de atletas atendidos

Leiagora

Maioria dos atletas de alto rendimento que recebem bolsa do Governo de MT tem entre 14 e 25 anos

O atleta Arthur Curvo tem 19 anos

Foto: Divulgação

Atletas na faixa etária de 14 a 25 anos são a maioria dos beneficiários das categorias de alto rendimento do programa de incentivo ao esporte do Governo de Mato Grosso, o Projeto Olimpus. É o que mostra o relatório anual elaborado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), com base em dados de 2023.

O Projeto Olimpus, que prevê o pagamento de auxílio financeiro para atletas e técnicos do Estado, visa fomentar o esporte mato-grossense e a participação dos atletas estaduais em competições nacionais e internacionais. 

De acordo com o levantamento, 73% dos contemplados na categoria Atleta Nacional têm entre 14 e 24 anos, e 81% da categoria Atleta Internacional têm entre 14 e 25 anos. Os valores das bolsas mensais em cada uma das categorias são de R$ 1,2 mil e R$ 2 mil, respectivamente.

“Normalmente, o amadurecimento nos esportes e de resultados no alto rendimento acontecem mais ou menos nessa faixa etária. Há modalidades que são diferentes, em que os atletas são um pouco mais velhos, mas, no geral, a média etária é essa mesma na elite do esporte”, explica o secretário da Secel, Jefferson Carvalho Neves.

Consideradas de alto rendimento e destinadas a atletas que obtiveram resultados em competições ou rankings nacionais e internacionais, as categorias Nacional e Internacional atualmente contam com 215 beneficiados no total. As modalidades com maior número de esportistas são atletismo, Wrestling, handebol, judô, rugby, goalball e futebol de cegos. 

Dentre os destaques de alto rendimento beneficiados pelo programa Olimpus estão os atletas de Wrestling, Igor Queiroz e Guilherme Porto; os competidores de provas de atletismo Lissandra Campos, Jânio Varjão, Franciely Marcondes, Elaine Gama, Arthur Curvo e Wendell Jerônimo; e as atletas paralímpicas Ana Carolina Duarte, do goalball, e Érika Cheres, do judô.

Quanto ao gênero dos participantes, os homens ainda são maioria, com uma porcentagem de 60% em relação às mulheres, que ocupam 40% das vagas no nas categorias Nacional e Internacional do último edital Bolsa Atleta. De qualquer forma, elas têm elevado o nível do esporte em Mato Grosso. São 86 mulheres beneficiadas e muitas delas são destaques em suas modalidades, como por exemplo a atleta Lissandra Campos, que recentemente conquistou a medalha de ouro na prova do salto em distância no Campeonato Sul-americano Indoor de Atletismo.

O relatório anual do programa Olimpus traz, também, informações sobre os esportistas contemplados nas categorias de base. Visando incentivar a formação esportiva de novos talentos do esporte, o auxílio mensal do Governo do Estado dispõe de bolsas de R$ 200, R$ 400 e R$ 800, nas categorias Infantil, Base e Estudantil (nessa ordem). 

Ao todo, são 273 atletas nas três categorias, que competem em variadas modalidades, dentre as quais o atletismo, basquetebol, handebol, futsal e voleibol têm a maior quantidade de beneficiados.

Na Infantil são 60 esportistas de 9, 10, 11 e 12 anos, sendo 15 beneficiados em cada idade. Diferenciando-se pela posição alcançada nas competições, as categorias Base e Estudantil contemplam atletas com idade entre 12 e 17 anos e ambas têm 59% dos beneficiados na faixa etária de 12 a 14 anos.  
Aos 15 anos, o atleta de Wrestling, Raphael Duarte, é um dos bolsistas do programa na categoria Estudantil. Neste ano, o jovem esportista foi convocado pela Confederação Brasileira de Wrestling (CBW) para compor a seleção brasileira de base da modalidade. Em 2023, Raphael foi campeão mundial escolar no Gymnasiade e líder do ranking nacional estilo livre e greco romano 85kg.

“O programa cumpre um papel fundamental que é dar oportunidades quando os atletas estão começando, e continua dando suporte e condições para permanecerem treinando e se desenvolvendo cada vez mais. Os resultados são incríveis com muitos atletas alcançando pódios e levando o nome de Mato Grosso para todos os cantos do país e do mundo”, finaliza Jefferson.

 
Secel-MT
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet