Cuiabá, sábado, 20/04/2024
12:52:18
informe o texto

Notícias / Geral

02/04/2024 às 11:40

CASAL DO BARULHO

Governador elogia ministro do STF em audiência e diz que Nilma da Pesca baixou o nível da discussão

A audiência tinha como objetivo buscar um consenso sobre a Lei do Transporte Zero, que acabou encerrada após a confusão

Leiagora

Governador elogia ministro do STF em audiência e diz que Nilma da Pesca baixou o nível da discussão

Foto: Reprodução

O governador Mauro Mendes (União), comentou no final da manhã desta terça-feira (02), o desenrolar da audiência de conciliação no Supremo Tribunal Federal (STF) que acabou sem acordo, em relação a Lei do Transporte Zero.

Mauro Mendes fez uma análise do cenário que presenciou, destacando a postura do Ministro, André Mendonça, e lamentando o comportamento de Nilma da Pesca durante a audiência.

“Primeiramente, eu tenho que elogiar a postura do ministro André Mendonça. Disse claramente a ele que o estado de Mato Grosso humildemente fez tudo que podia fazer, fizemos alguns ajustes no projeto, tentando adequar e melhorar o projeto de lei como qualquer ideia, como qualquer iniciativa pode sofrer evoluções. Entretanto, chegamos no limite e que nós, humildemente, vamos acolher a decisão, seja qual for que ele tomar, com relação a presentes autos”, explicou o governador.

O primeiro episódio que levou ao encerramento da audiência ocorreu quando Nilma Silva foi autorizada a falar em nome do segmento da pesca.

Durante a fala, o deputado Wilson Santos começou a filmar a esposa, momento no qual foi advertido pelo ministro.

"Deputado, isso não é lugar para ficar gravando não, não pode deputado. Isso aqui não é palco político", advertiu o ministro.

Não satisfeita, Nilma passou a atacar a família e as empresas do governador Mauro Mendes com fake news, o que foi a gota d'água para o ministro.

"Está cassada a palavra da senhora. A senhora não tem decoro. A senhora realmente consegue ultrapassar os limites. Não será concedida mais a palavra a ninguém. O direito de voz nós conquistamos e precisamos ter responsabilidade de estar no Supremo Tribunal Federal. Eu quero lamentar algumas cenas que presenciei aqui hoje", afirmou Mendonça.


Mendes afirmou que o encontro só não teve um acordo, devido ao comportamento de Nilma, que chegou a atacar o governador e sua família durante a sua fala.

“É lamentável, né? Mostrou um baixo nível, um despreparo, quem apela, apelou, perdeu. O ministro se irritou, cerrou a reunião, disse que não ia fazer do Supremo palco ou palanque pra ninguém que não estava aqui com o objetivo de contribuir pro eventual consenso”, falou o governador.

Já em relação a solicitação da Advocacia Geral da União e do Ministério da Pesca para suspender a lei, o governador afirmou que não há motivo para isso e que aguardará o julgamento do Ministro.

“Não tem porquê fazer isso. Eles judicializaram, vamos aguardar agora o julgamento do ministro e vamos acolher o julgamento que ele fizer”, afirmou.

Quanto às expectativas em relação à decisão do Ministro, Mendes destacou que espera que seja uma decisão clara sobre a condicionalidade da lei.

“O Estado pode ou não pode. Se falar que pode, a lei segue. Se falar que não pode, eu já disse, não tem problema, nós vamos respeitosamente acolher isso e vamos deixar a turma pescar até acabar com tudo”, afirmou.

A audiência, que tinha como objetivo buscar um consenso sobre a lei em questão, acabou encerrada após o episódio de discussão entre os participantes.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet