Cuiabá, sábado, 25/05/2024
04:49:26
informe o texto

Notícias / Geral

24/04/2024 às 15:27

COMPENSAÇÃO FINANCEIRA

AMM e ALMT buscam alternativa para compensar municípios por perda de recursos do Fethab

Decisão judicial considerou inconstitucional o Fethab diesel, de onde se origina os recursos destinados aos cofres municipais para manutenção de estradas

Leiagora

AMM e ALMT buscam alternativa para compensar municípios por perda de recursos do Fethab

Foto: Reprodução

A Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) está se mobilizando para minimizar as perdas financeiras que os municípios terão caso se confirme a suspensão do repasse do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab)  às prefeituras. Decisão judicial considerou inconstitucional o Fethab diesel, de onde se origina os recursos destinados aos cofres municipais para manutenção de estradas.

O assunto foi debatido nessa terça-feira  (23/4) entre o presidente da AMM, Leonardo Bortolin, o deputado estadual Dilceu Dal Bosco,  prefeitos e equipe técnica da associação. Durante a reunião, realizada na sede da instituição, os participantes destacaram a importância de gerar uma compensação financeira para as prefeituras a partir de 2025.

“A perda dessa receita  vai afetar principalmente os municípios menores que não possuem recursos suficientes para investir na recuperação de estradas. Estabelecemos um diálogo com a Assembleia Legislativa e Governo do Estado para que os municípios tenham uma compensação justa e adequada para manter os serviços”, frisou o presidente da AMM.

O deputado Dilmar Dal Bosco, que é o líder do governo na Assembleia Legislativa, destacou que é preciso encontrar um caminho para evitar a perda de receita. O parlamentar vai verificar a possibilidade de agendar uma reunião com o governador Mauro Mendes para tratar sobre o assunto e buscar uma alternativa legal para que os municípios não sofram o impacto da queda na arrecadação a partir do ano que vem.

A previsão do repasse do Fethab diesel para os municípios este ano é de R$ 350 milhões.  AMM e Assembleia se mobilizaram para garantir judicialmente o repasse dos recursos pelo menos até dezembro. A ação protocolada na justiça pedindo a manutenção dos recursos para 2024 aguarda decisão do Poder Judiciário.

 
Comunicação Social AMM
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet