Cuiabá, terça-feira, 18/06/2024
01:15:06
informe o texto

Notícias / Judiciário

06/05/2024 às 15:12

PEIXOTO DE AZEVEDO

MP oferece denúncia contra mãe e filho que invadiram casa e mataram dois idosos

O cunhado da pecuarista também foi indiciado; promotor estabeleceu pagamento de R$ 1,8 milhões para os familiares das vítimas

Eloany Nascimento e Amanda Garcia

MP oferece denúncia contra mãe e filho que invadiram casa e mataram dois idosos

Foto: reprodução

O Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) ofereceu denúncia contra a pecuarista Ines Gemilaki, 48 anos, o médico Bruno Gemilaki Dal Poz, 28 anos, mãe e filho; além do cunhado de Ines, Eder Gonçalves Rodrigues, 40 anos, pela morte de dois idosos e pela tentativa de homicídio contra um padre durante um ataque a uma residência no dia 21 de abril, em Peixoto de Azevedo (a 692 km de Cuiabá).

No documento, o promotor Álvaro Padilha de Oliveira, pediu ainda o pagamento de mais de R$ 1,8 milhão em favor dos familiares das vítimas. Os valores foram divididos levando em conta as vítimas Pilson Pereira da Cruz (R$ 1 milhão) e Rui Luiz Bogo (R$ 700 mil).


Para os sobreviventes, o promotor pediu o valor de R$ 150 mil cada, tanto para o padre José Roberto Domingos, que foi atingido com um tiro, quanto para o dono do imóvel, que era o alvo principal, Enerci Afonso Lavall, mais conhecido como Polaco.

Sobre os valores, o promotor justifica que a distinção entre Pilson e Rui ocorreu por conta de um tempo maior de vida entre um e outro.

Já o marido da pecuarista, Márcio Ferreira Gonçalves não será denunciado.

Pela prática delitiva, e levando em conta que ficou comprovado que ele não prestava apoio no momento da execução, torna-se desnecessária a manutenção da segregação cautelar imposta contra ele”, diz trecho da denúncia. 

O promotor pediu ainda a revogação da prisão preventiva do indiciado.

O caso 


O crime ocorreu no domingo (21), durante um almoço em família. A mãe, o filho, e o cunhado da mulher, Eder Gonçalves Rodrigues, invadiram o local e mataram a tiros Rui Luiz Bogo, de 69 anos, e Pilson Pereira da Silva, 81 anos.

O marido da pecuarista, Márcio Ferreira Gonçalves, ficou do lado de fora em uma caminhonete para dar apoio na fuga.

Inês e o filho eram antigos inquilinos do imóvel e, supostas dívidas deixadas pela família teriam originado um desacordo entre as partes. 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet