Cuiabá, terça-feira, 18/06/2019
05:46:05
informe o texto

Notícias / Leiagora nas ruas

21/05/2019 às 16:52

A violência obstétrica em Mato Grosso

Uma especialista em Direito Médico falou sobre o tema e questionou a retirada do termo “violência obstétrica”, solicitado pelo Ministério da Saúde

Josiane Dalmagro

A advogada especialista em Direito Médico e Violência Obstétrica, Alexandra Almeida Prado Souza, esteve em Cuiabá, na sexta-feira (17), na Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso, para debater a situação e dados de mães que passam por violência na hora do parto.

Na ocasião foi explanada a situação de Mato Grosso, em especial de Cuiabá, com sua falta de maternidade, além de dados da violência obstétrica e suas diversas manifestações, no Brasil e em Estado.

Mães, advogadas, obstetras e outras mulheres interessadas no tema estiveram presentes.

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet