Cuiabá, quinta-feira, 14/11/2019
05:22:19
informe o texto

Notícias / Geral

12/10/2019 às 07:05

Conheça a história de crianças com talentos na moda, música e esporte

Para comemorar o Dia das Crianças, o Portal Leiagora reuniu histórias de pequenos talentos que estão se destacando como gente grande.

Luzia Araújo

Conheça a história de crianças com talentos na moda, música e esporte

Foto: Giuseppe Feltrin

Para comemorar o Dia das Crianças, o Portal Leiagora reuniu histórias de pequenos talentos que estão se destacando na moda, música e no esporte como gente grande. Quem abre a nossa homenagem é a modelo-mirim, Mariana Riera Camargo e Silva, de 07 anos, que espalha carisma e espontaneidade por onde passa.

Ela tinha três anos, quando começou a fazer vídeos e fotos com o celular dos pais. O talento da menina em frente à câmera chamou a atenção da família e dos amigos, que aconselharam os pais de Mariana procurar uma agência de modelo para a menina. Eles ficaram pensando na ideia, sempre levando em consideração o bem-estar da pequena, e, só depois de um ano, Mariana participou da sua primeira seletiva para modelos infantis, se destacando entre as outras crianças.



Neste ano Mariana entrou para uma agência de modelo em Cuiabá e desde então, participa de ensaios fotográficos, campanhas publicitárias e desfiles de moda. A pequena lembrou que o seu primeiro trabalho profissional foi uma campanha publicitária para o Dia dos Pais de um supermercado de Cuiabá, mas o que ela gosta mesmo é desfilar e mostrar o seu look para a plateia. “No início deu um friozinho na barriga, mas agora é supertranquilo”, garante.

O que é mais importante, Marina leva a profissão de modelo sem abandonar os estudos.  Além disso, ainda arruma tempo para as aulas de ballet, canto, teatro e a oficina de TV e vídeo, a qual colaborou para ela entrar para um programa de televisão, em Cuiabá.


MÚSICA
Quem também está dando um show, mas esse é na música é a banda Batatas Elétricas formada por cinco amigos que se conheceram em uma escola de música e resolveram se juntar fazer muito som na cidade. O grupo se apresentou pela primeira vez em um shopping de Cuiabá neste mês e foi o maior sucesso.

Ao som de Adrenalizou, do cantor Vitor Kley, os pequenos atraíram os olhares dos clientes que se aglomeraram para assistir à apresentação. Para o baterista da banda, Davi Izidoro, de 12 anos, o momento foi muito especial. “Tocar em um shopping, com todo mundo vendo, foi muito legal”, contou.

Todos os integrantes da banda afirmaram que se inspiraram em alguém da família para começar a tocar. O guitarrista e vocalista da banda, Frederico Spolidoro, de 11 anos, lembrou que começou a tocar há um ano depois de fazer uma aposta com o pai, que já tocava violão em casa.

“Eu queria muito uma espada que vi na internet e o meu pai disse que iria comprar se eu aprendesse a tocar e cantar uma música inteirinha. No final, cantei e toquei três. Depois percebi que valeu muito a pena fazer essa aposta, porque o que eu mais quero agora é seguir na carreira artística”, disse com orgulho o menino que é fã de Aerosmith, ACDC, Metallica, Kiss e outras banda de rock. 

Quem também toca guitarra no grupo é o pequeno Lucca Ramieri, de 10 anos. Ele confessou que no início teve muita preguiça de aprender a tocar o instrumento, mas agora é um apaixonado e o seu sonho é ser um “ótimo músico”. "No começo eu era bem preguiçoso. Não queria fazer nada, já queria ir logo para os acordes mais difíceis, porque me achava o melhor de todos, mas agora eu sei que eu era muito ruim. Depois eu comecei a me esforçar e cheguei no nível que estou hoje”.
 
Já o baixista, Lucas Sobota, de 09 anos, disse que o grupo planeja continuar fazendo novas apresentações e contou de onde veio a inspiração para o nome da banda. “Todos nós somos elétricos e batata foi a única coisa que veio a nossa cabeça quando discutimos o nome. Então unimos as duas coisas".


ESPORTE

A outra história é da determinada atleta, Ingrid Almeida e Moura, de 09 anos, que encara qualquer desafio para garantir uma boa manobra na pista de patinação. A menina nasceu em uma família que praticava esportes radicais e começou a andar de patins influenciada pela irmã mais velha, que fazia o esporte nas horas vagas. 
 
Em um determinado dia, ela fez o seguinte pedido: “Oh pai! Eu quero um patins para eu andar!”. O desejo de Ingrid foi atendido, porém com um desafio. “Só se você conseguir parar em pé”, disse o pai. 
Ela concordou e saíram para compra-lo e já na loja mostrou que tinha talento para a patinação, onde saiu fazendo piruetas. A partir daí a menina nunca mais parou de praticar o esporte, que ela classificou como “maravilhoso”. 
 
Ela confessou que no início teve um pouquinho de medo, mas sempre contou com o apoio da família, em especial do seu pai. Ele é o seu maior incentivador, tanto que aprendeu a andar de patins só para poder ensina-la as técnicas do esporte. 
 
Foi ele também que construí na sua própria casa a pista de patinação onde Ingrid treina todos os dias. Hoje a pequena é atleta profissional na modalidade street. Ela contou que se inspira na atleta, Fabíola da Silva, de quem é fã e já teve a oportunidade de conhece-la.  “ Ela me incentivou bastante a começar a andar no patins street”. 
 
A menina já participou de vários campeonatos amadores e profissionais. Em um deles, realizado em Goiás, encarou a pista com 12 atletas e conquistou o quinto lugar na classificação. 
 
Agora, ela se prepara para participar de duas competições nacionais até o final do ano, sendo uma em São Paulo e outra em Santa Catarina.  Ingrid ainda arruma tempo para os estudos e para manter o seu canal no You Tube, com mais 180 mil seguidores, onde ela ensina outras crianças a andar de patins e conversa com os seus fãs.
 
“O patins é uma alegria e diversão para mim, porque nele eu fico feliz, ainda mais com esta pista em casa onde posso andar a qualquer hora. Eu adoro”.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet