Cuiabá, quarta-feira, 13/11/2019
13:52:22
informe o texto

Notícias / Política

18/10/2019 às 21:03

Julier recebe convite para se filiar ao PT e discute projeto para Cuiabá com Lúdio

O objetivo é formar uma força centro-esquerda para concorrer contra grupo do prefeito e do governador.

Alline Marques

Julier recebe convite para se filiar ao PT e discute projeto para Cuiabá com Lúdio

Foto: Reprodução

O deputado estadual Lúdio Cabral e o ex-juiz Julier Sebastião da Silva (PDT) se reuniram na tarde desta sexta-feira (18) para discutir sobre a possibilidade de uma aliança para a eleição em 2020 para Cuiabá. O encontro teve a participação do presidente do PT em Cuiabá, Bob Almeida, e um convite foi feito a Julier para se filiar à sigla petista.

O ex-juiz confirmou o encontro e em conversa com o Leiagora disse que a conversa foi sobre a construção de uma frente de partidos para a eleição de 2020. “Falamos de programa. Ainda não de nomes”, afirmou. Sobre o convite, preferiu não comentar.

O encontro ocorreu no escritório de advocacia de Julier. O objetivo é construir uma frente de centro-esquerda para disputar contra o grupo do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e do governador Mauro Mendes (DEM). O PT apoiou à candidatura de Julier para a Prefeitura na eleição passada, mas o pedetista não teve um bom desempenho e saiu derrotado com 23.307 votos, ficando em quarto lugar atrás do Procurador Mauro (Psol) que chegou aos 71.336 votos.

Já Lúdio tem sido colocar como um forte nome para a disputa, porém, não faz parte do projeto pessoal dele. Ele inclusive já teria adiantado para o partido que não sairá candidato em 2020. O petista concorreu à Prefeitura de Cuiabá em 2012 quando chegou ao segundo turno contra Mauro Mendes e acabou derrotado.

O curioso da proximidade entre Julier e Lúdio é que em 2014 quando o ex-juiz deixou a magistratura para disputar a eleição para o governo do Estado deveria seguir para o PT, no entanto, por insistência de Lúdio que não abriu mão da disputa, Julier seguiu para o MDB, onde acabou sendo fritado pelo cacique da sigla, Carlos Bezerra, que apoiou o petista para o pleito contra o governador Pedro Taques (PSDB). Já Julier ficou de fora do pleito.

Agora, apesar de Julier já ter anunciado que pretende disputar novamente a eleição, com a filiação do maestro Fabrício Carvalho, pró-reitor de Cultura da Universidade Federal de Mato Grosso, ao PDT acabou deixando de ser o favorito para a eleição. Uma ala defende a candidatura de Fabricio.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet