Cuiabá, domingo, 12/07/2020
02:47:01
informe o texto

Notícias / Judiciário

27/05/2020 às 14:35

Juiz determina que delegada anexe documentos ocultados em inquérito

A medida foi após o juiz constatar que não foram anexados aos autos todos os documentos entregues à delegada

Leiagora

Juiz determina que delegada anexe documentos ocultados em inquérito

Foto: Reprodução

O juiz da Vara Especializada do Meio Ambiente de Cuiabá, Rodrigo Roberto Curvo, expediu um Mandado de Segurança determinando que a delegada Liliane Murata Costa, da Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema), forneça cópia integral do inquérito instaurado contra a Clínica Veterinária do Povo para a defesa da empresa em um prazo máximo de 24 horas.

A medida foi após o juiz constatar que não foram anexados aos autos todos os documentos entregues à delegada. De acordo com o advogado Marcos Gattas, a delegada não anexou ao inquérito a mensagem de um funcionário da empresa WM Ambiental contatando a Clínica do Povo para prestar o serviço de descarte de resíduos, e não anexou também as imagens do circuito interno da clínica, em que mostra o caminhão da WM Ambiental e três funcionários uniformizados da empresa buscando os resíduos.

Nesta semana o laudo pericial da Diretoria Metropolitana de Criminalística constatou que os animais que foram encontrados não sofreram maus tratos.

“Fica cada vez mais evidente que a Clínica do Povo não foi negligente em nenhum momento, até aonde competia a ela. Os animais foram coletados por uma empresa terceirizada de coleta de resíduos para que a mesma fizesse o devido descarte, e infelizmente isso não foi feita por esta empresa”, disse Gattas.

Vale lembrar que foi a própria Clínica Veterinária do Povo quem disponibilizou à Dema imagens que mostram o caminhão da empresa circulando nas proximidades de onde os animais foram encontrados.
 
Para auxiliar na devida apuração dos fatos, a Clínica Veterinária do Povo também solicitou à Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso (OAB-MT) que acompanhe, por meio da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais, o Inquérito 065/2020 da Delegacia de Meio Ambiente sobre o descarte irregular de resíduos sólidos.

 
Assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet