Cuiabá, quarta-feira, 15/07/2020
02:09:22
informe o texto

Notícias / Política

03/06/2020 às 15:23

Prefeitura constata falta de respiradores e governo alega que compra foi efetivada

A verificação foi feita durante vistoria realizada pela equipe técnica

Alline Marques

Prefeitura constata falta de respiradores e governo alega que compra foi efetivada

Foto: Luiz Alves

Em mais um episódio da briga entre governo do Estado e Prefeitura de Cuiabá, a polêmica agora é sobre os respiradores. Apesar da inauguração dos leitos nos hospitais Santa Casa e Metropolitano, ainda não há ventiladores suficientes. 

A análise é da equipe técnica da Prefeitura de Cuiabá que realizou a visita técnica nos hospitais estaduais. A vistoria teve como objetivo avaliar os leitos específicos para covid-19 que o estado disponibilizou no seu Plano de Contingência para que não exista problemas no momento de regular os pacientes que necessitem destes leitos.

Em nota, o governo do Estado admitiu a falta dos aparelhos e confirmou que dos 40 leitos da Santa Casa, apenas 28 têm respiradores, e no Metropolitano, dos 40 leitos, somente 30 têm o equipamento. Porém, já foram adquiridos novos respiradores da China para atender a demanda estadual. 

“Para todos os demais leitos, o governo já adquiriu os respiradores e eles estão no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, na alfândega para serem liberados pela Receita Federal. Além disso, é bom destacar que os 10 leitos que o Ministério da Saúde encaminhou para a Santa Casa, nenhum chegou com ventiladores. Mas, como já dissemos, compramos para todos os leitos”, explicou o secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo.

Por outro lado, de acordo com o fisioterapeuta Paulo Henrique de Oliveira, do Hospital de Referência para covid-19 em Cuiabá e membro da equipe de fiscalização, apesar da falta de equipamento, o estado cumpre o que a Anvisa preconiza, de que é um respirador para cada leito de UTI. 

Já no antigo pronto-socorro de Cuiabá, que é o hospital referência para o atendimento à covid-19, existem 55 leitos e um respirador para cada leito. O secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas, disse que esta é a recomenda do prefeito Emanuel Pinheiro: 'oferecer cada leito de UTI completo para cada paciente'. 

A visita foi solicitada no dia 1º de junho pela superintendente da Central de Regulação, Luzinete Siqueira, por meio do Ofício 017/2020, endereçado à secretária adjunta do Complexo Regulador, Fabiana Bardi. Participaram da vistoria a coordenadora da Central de Regulação, Elaine Souza, o fisioterapeuta do Hospital de Referência para COVID-19 em Cuiabá, Paulo Henrique de Oliveira, além de três enfermeiras técnicas de urgência e emergência.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet