Cuiabá, quinta-feira, 09/07/2020
19:29:26
informe o texto

Notícias / Geral

30/06/2020 às 17:58

Comunicado de venda de veículos pode ser feito em cartórios

A tecnologia que permite o trâmite entre Detran e cartórios foi desenvolvida por empresa mato-grossense

Leiagora

Comunicado de venda de veículos pode ser feito em cartórios

Foto: Assessoria

A partir de agora, a comunicação de venda de veículos ficou muito mais rápida e prática em Mato Grosso. Pode ser feita diretamente nos cartórios quando for reconhecer firma do Documento Único de Transferência (DUT). A operação, que já acontece em alguns estados do Brasil, já era prevista no termo de parceria entre o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) e a Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg), assinado pelo governador Mauro Mendes no ano passado, mas permeada por muita burocracia.

Uma empresa mato-grossense desenvolveu um módulo em seu software que permite que o comunicado entre o cartório e o Detran seja feito em tempo real, dando mais comodidade ao comprador e segurança ao vendedor de veículos. O comprador tem a segurança de que o carro já é seu, ainda que a transferência ainda não tenha sido formalizada. E o vendedor está seguro de possíveis infrações ou sinistros no veículo vendido.

“O software faz a comunicação aos Servidores de Dados do Detran-MT e permite que os cartórios tenham as informações referentes ao cadastro do veículo no órgão, em tempo real, ou seja, pode ver se o bem está livre para transferência ou se existe algum impedimento. Não havendo impedimentos o cartório informa os dados do comprador do veículo”, explica o diretor executivo da On Line Engenharia de Sistemas, Louder Mendes, empresa que desenvolveu o software.

A comunicação de venda garante ao antigo proprietário a isenção de toda e qualquer responsabilidade por infrações e reincidências, de qualquer natureza, praticadas a partir da data da comunicação de venda, bem como a responsabilidade civil por danos em caso de acidentes posteriores à data da comunicação da transferência. Assegura também ao comprador que infrações ou pendências anteriores à venda não sejam de sua responsabilidade.

A obrigatoriedade de ir até o cartório sempre existiu, para fazer reconhecimento de firma de vendedor e comprador. Porém, no modelo antigo, os dois (vendedor e comprador) precisavam ir até o Detran para fazer a comunicação de venda, e quem comprou, fazer a transferência para o nome do novo proprietário. Agora, os proprietários dos veículos podem fazer a comunicação de venda direto no cartório. Somente quem comprou precisa comparecer, para realizar a transferência.

Para a tabeliã do Cartório do 2º ofício de Barra do Bugres, Niuara Ribeiro Roberto Borges, é importante que, cada vez mais, a tecnologia seja uma aliada para tornar ágil o acesso a determinados serviços. A tabeliã destaca, ainda, que o custo é muito baixo para fazer os dois serviços no cartório, um valor que gira em torno de R$ 67,00.

“A praticidade, a comodidade e a segurança jurídica para o cliente são as vantagens de se fazer o comunicado de venda no cartório. Então, como o proprietário do veículo já tinha que ir ao cartório reconhecer firma, agora ele já aproveita e faz o comunicado de venda, rápido e fácil. Uma medida que o resguarda de multas e outros problemas. O software que utilizamos oferece uma tecnologia inovadora que trouxe praticidade a este serviço nos cartórios, pois o tempo gasto para fazer o reconhecimento de firma e a comunicação de venda é muito rápido”, afirma Niuara Borges, que ainda compõe a diretoria da Anoreg-MT.

“Esta tecnologia está disponível a todos os cartórios de Mato Grosso. O módulo de Comunicação de Venda ao Detran-MT é oferecido aos nossos clientes sem custo adicional, pois o nosso intuito é agregar mais um serviço a ser oferecido à sociedade pela nossa plataforma, ajudando nossos parceiros a atender melhor seus clientes”, conclui Louder Mendes.

Apesar da disponibilidade, os cartórios ainda estão em fase de implantação. Os municípios que já contam com o sistema são: Cuiabá (Cartório do 7º Ofício), Várzea Grande (Cartório do 2º Ofício), Barra do Bugres e Lucas do Rio Verde.
Com informações da assessoria 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet