Cuiabá, segunda-feira, 21/09/2020
08:04:34
informe o texto

Notícias / Geral

22/07/2020 às 14:09

Médicos trocam medicação do cacique Raoni

Hoje (22) o líder indígena permanece em bom estado geral, lúcido e orientado, sem febre, com a pressão arterial controlada, sem mais anormalidades.

Leiagora

Médicos trocam medicação do cacique Raoni

Foto: Reprodução

No terceiro dia de internação o Cacique Raoni segue com quadro de infecção intestinal e a necessidade de troca da medicação, conforme o boletim médico desta quarta-feira (22), assinado pelos médicos do Hospital Dois Pinheiros, Douglas Yanai e Fernanda Quinelato.  

“Embora tenham sido utilizados antibióticos de primeira escolha, algumas infecções não respondem como esperávamos. Isso só é possível analisar, depois de alguns dias de tratamento. Por isso ontem (22), no final da tarde,  optou-se por mudança na medicação. Novos exames foram feitos para apontar se vão ser necessárias novas mudanças ou se os remédios que estamos usando agora revolvem o problema,” explica Dr Douglas Yanai.
 
Ainda ontem, o cacique passou por avaliação cardiológica e pneumológica. Os exames apresentaram fibrilação atrial e enfisema de longa data. 

“Nossa equipe fez exames de rotina e acabou detectando as duas patologias, mas isso não tem nenhuma relação com as infeções e as úlceras que estamos tratando, com as quais ele chegou aqui. É um cuidado, um capricho nosso, não deixar passar nada, por se tratar de um paciente com idade mais avançada. Vamos continuar o tratamento da infecção e monitorando no geral”, explica Yanai. 

Hoje (22) o líder indígena permanece em bom estado geral, lúcido e orientado, sem febre, com a pressão arterial controlada, sem mais anormalidades. 

Um novo boletim médico deve ser divulgado amanhã (23), às 10h.  A previsão de alta que estava prevista para amanhã ou sexta-feira pode ser estendida para domingo próximo (26).

Um breve histórico do paciente e informações sobre o Hospital Dois Pinheiros.

O líder do povo Kayapó, Raoni Metuktire, tem 89 anos em registro e está internado desde sábado (18) no Hospital Dois Pinheiros, na cidade de Sinop, região Centro-Oeste do país, Norte de Mato Grosso e localizada a 200 km do Parque Indígena do Xingu, onde reside o cacique.

Há três anos o hospital realiza, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a Expedição Xingu, onde profissionais da saúde e acadêmicos levam atendimentos nas áreas de oftalmologia, pediatria, geral e prevenção ao alcoolismo ao parque indígena.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet