Cuiabá, quinta-feira, 13/08/2020
07:28:04
informe o texto

Notícias / Judiciário

30/07/2020 às 19:31

Juíza é aposentada compulsoriamente pelo TJ por 'baixíssima produtividade'

O desembargador Marcos Machado votou pela aposentadoria compulsória e foi acompanhado por sete magistrados

Eduarda Fernandes

Juíza é aposentada compulsoriamente pelo TJ por 'baixíssima produtividade'

Juíza Flávia Catarina

Foto: TJMT

A juíza Flávia Catarina Oliveira de Amorim Reis, da Vara Especializada de Execução Fiscal de Cuiabá, foi aposentada compulsoriamente do cargo por cometer irregularidades que feriram o Código de Ética da Magistratura e apresentar baixíssima produtividade. O julgamento do Processo Administrativo Disciplinar ocorreu nesta quinta-feira (30). Da decisão cabe recurso.

Em sessão fechada, não transmitida pelos canais do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, pois o processo tramita em segredo de Justiça, o Órgão Especial aprovou a aposentadoria compulsória da magistrada por maioria dos votos.

A relatora do PAD, desembargadora Clarice Claudino da Silva, votou pela aplicação de pena de disponibilidade por dois anos e vencimento proporcional. Já o desembargador Marcos Machado votou pela aposentadoria compulsória e foi acompanhado por sete magistrados.

 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José 01/08/2020 às 00:00

    O Tribunal de Justiça saiu maculado depois desta, enterrado pelo órgão acusador D. Marcos Machado. Certamente a douta juíza iria atrapalhar os negócios do D. Orlando Perri e Marcos Machado na Câmara Criminal para qual seria promovida.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet