Cuiabá, quinta-feira, 26/11/2020
19:43:55
informe o texto

Notícias / Esporte

16/11/2020 às 18:06

Amistosos de seleções femininas de Brasil e Argentina são adiados

Aumento de casos de covid-19 na Europa motivou transferência de datas

Leiagora

Amistosos de seleções femininas de Brasil e Argentina são adiados

Foto: Mauro Horita/CBF/Direitos Reservados

Os amistosos entre as seleções femininas de Brasil e Argentina, marcados para 27 de novembro e 1º de dezembro, em São Paulo, foram adiados a pedido da Associação de Futebol do país vizinho (AFA). Segundo um comunicado da entidade, os jogos "foram remarcados para ano que vem, na expectativa de que o contexto sanitário permita a retomada da agenda de compromissos da seleção".

O avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19) na Europa é o motivo do pedido de adiamento. A nota oficial da AFA afirma que "a maioria das futebolistas convocadas pelo técnico Carlos Borrello" atua no Velho Continente. Nove das 21 chamadas pela seleção argentina jogam no futebol europeu. "Pelo contexto, somado à falta de garantias quanto à volta [das atletas] a seus clubes de origem, a federação decidiu priorizar a saúde. Agradecemos a predisposição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e trabalharemos para o breve regresso aos gramados", conclui a nota.

Os jogos contra a Argentina eram a última oportunidade da seleção feminina ir a campo em 2020. Devido à pandemia, a equipe comandada por Pia Sundhage não joga desde março, quando disputou um torneio na França contra Holanda, Canadá e as anfitriãs. De lá para cá, a sueca realizou duas convocações para períodos de treinamento: uma em setembro - com jogadoras que atuam no Brasil, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ) - e outra em outubro - com atletas de clubes europeus, chineses e norte-americanos.

Pia havia convocado 25 atletas (12 de times brasileiros e 13 do exterior) para os amistosos com as argentinas, que seriam disputados na Neo Química Arena e no Morumbi. A lista teve quatro novidades: as meias Duda, Júlia Bianchi (ambas do Avaí/Kindermann) e Ana Vitória (do Benfica, de Portugal) e a atacante Jaqueline, do São Paulo. O Corinthians foi o clube com mais representantes na lista: cinco.
Agência Brasil

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet