Cuiabá, quinta-feira, 28/01/2021
11:53:48
informe o texto

Notícias / Política

01/12/2020 às 09:45

Botelho pede humildade a Emanuel e manda recado: 'não queira ser dono do estado'

O presidente da ALMT também disse que espera que Abílio e Wellaton não deixem a política e disse que a vitória de Emanuel foi 'da política'

Edyeverson Hilario

Botelho pede humildade a Emanuel e manda recado: 'não queira ser dono do estado'

Foto: Maurício Barbant/ ALMT

Definida a eleição em Cuiabá, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho (DEM), pediu para que Emanuel Pinheiro (MDB) seja humilde, pois não ganhou a eleição sozinho. O parlamentar pediu ainda que o emedebista não queira ser o dono do Estado.

Além desses conselhos, o deputado avaliou a conquista do chefe do Executivo como uma vitória da política. Botelho também acredita que Abílio e Wellaton podem ser grandes políticos no futuro.
 
Parafraseando o prefeito eleito em São Paulo, Bruno Covas (PSDB), Eduardo Botelho disse que “aqui também foi uma vitória da política”. Segundo ele, indiretamente, a maioria dos políticos acabaram apoiando o prefeito Emanuel Pinheiro, em razão de seu concorrente ao pleito municipal, Abílio Junior (Podemos), ter recusado o apoio dos deputados.
 
Devido à recusa de Abílio aos apoios políticos, o democrata avalia que os parlamentares entenderam que o candidato tentava tirar toda a classe política do caminho. “Isso foi o que acabou dando essa vitória para o prefeito Emanuel Pinheiro”, concluiu.
 
Apesar de terem errado na estratégia, o deputado parabenizou Abílio e Wellaton por terem conseguido “fazer uma grande movimentação”. Ainda disse que espera que no “futuro eles possam vir com mais experiência, mais sensatez, mais equilíbrio e possa ser grandes políticos”.
 
Botelho espera que ambos permaneçam na política, pois, “são bons, conseguiram movimentar bem. No futuro podem ser grandes políticos nossos”.
 
Quanto a Emanuel Pinheiro, o presidente aposta que ele faça o melhor para Cuiabá e pede que continue com as obras que vinha fazendo, mas afirmou que ele precisa ser humilde, pois, “não ganhou sozinho. Não queira daqui a pouco ser o dono do Estado”.
 
O democrata também defendeu que o governador Mauro Mendes (DEM) nunca retaliou Cuiabá, por conta dos embates com o prefeito. “A gente tem que dizer isso e tem que ser honesto em reconhecer. Tudo o que podia ajudar, ajudou.
 
Também adiantou que o governador tem projetos para a capital e está trabalhando no projeto de um autódromo e construções de viadutos e trincheiras, para a melhoria do transito na cidade. Contudo, afirmou que “evidentemente, se nós pudermos dialogar e tivermos uma paz, podemos fazer mais”.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet