Cuiabá, sexta-feira, 01/03/2024
03:50:21
informe o texto

Notícias / Turismo

05/11/2023 às 10:30

CONHEÇA O VALE DO ARAGUAIA

Temporada de Praia e passeios pela natureza movimentam a região do Araguaia

O Leiagora esteve em Cocalinho e pode conhecer um pouco mais sobre o evento que em julho chega a receber mais de 35 mil pessoas

Paulo Henrique Fanaia

Temporada de Praia e passeios pela natureza movimentam a região do Araguaia

Foto: Reprodução Prefeitura de Cocalinho

Quem passa pelo Vale do Araguaia em Mato Grosso precisa estar pronto para ver paisagens de encher os olhos com belezas naturais, como a famosa Serra do Roncador. Mas tem também o Rio das Mortes, o Rio Araguaia e o Rio Cristalino. Dependendo da época do ano, precisa estar pronto também para a vida agitada das maiores cidades da região.

Água Boa e Barra do Garças, esta última conhecida como “A Capital do Araguaia”, costumam inundar os visitantes com aquelasensação de calmaria típica do interior. Contudo, não se engane. Todo mês de julho o Araguaia recebe milhares de turistas prontos para curtir shows nacionais, regionais e aproveitar a Temporada de Praia, que desde 1989 movimenta a economia de quatro municípios da região.


O Leiagora foi até Cocalinho, na divisa entre Goiás e Mato Grosso, para conversar com o prefeito Márcio Conceição Nunes, o Baco (União), sobre o evento. De acordo com ele, ao longo de todo o mês o de julho, o pequeno município de quase 7 mil habitantes chega a receber cerca de 35 mil turistas que aproveitam os eventos realizados nas praias da cidade.

“São montadas duas estruturas: uma no meio do rio, na praia, e essa estrutura tem palco e som de qualidade com barracas para bares e ali recebemos todo dia com entretenimento. E aos finais de semana é na beira do rio onde monta uma estrutura gigantesca para shows”, conta o prefeito.

Neste ano, a Temporada de Praia de Cocalinho aconteceu entre os dias 7 de julho até 30 de julho e contou com shows nacionais do grupo Falamansa, Kamisa 10, Fred e Fabrício e Israel e Rodolfo. Em 2022, a grande atração ficou ao cargo de Maiara e Maraisa.

Baco afirma que os investimentos para a festa acontecem em parceira com o governo de Mato Grosso, que desde 2021 auxilia o município. Além disso, o município também realizou cadastro nacional no Cadastur, um programa do Governo Federal por meio do Ministério do Turismo que auxilia pessoas físicas e jurídicas a alavancar o setor e receber benefícios do governo federal.

“A renda municipal, através de estudos que fizemos, cada investimento feito volta de R$ 3 a R$ 4 para a população. O dinheiro do povo volta para o povo”, afirma o prefeito.

Além de Cocalinho, outras três cidades do Araguaia também realizam a Temporada de Praia: São Félix do Araguaia, Pontal do Araguaia e Barra do Garças, sendo esta última a maior da região.

Devido a proximidade dos municípios, as atrações musicais costumam a fazer uma espécie de rodízio entre os eventos, tanto é que Barra do Garças também recebeu
neste anoos shows de Falamansa e Israel e Rodolfo, os mesmos shows que aconteceram em Cocalinho, além das apresentações de Araketu e Patrulha do Samba.

Os shows são gratuitos e a população paga apenas o que consome em comidas e bebidas vendidas nas barracas espalhadas ao longo das praias, às margens do Rio Araguaia.

Outros passeios

Além das festas, Cocalinho e Barra do Garças também contam com diversas pousadas com passeios turísticos quer vão desde a pescaria esportiva com guias, até mesmo passeios de barcos e visitas em grutas e cachoeiras.

Em Cocalinho, o Leiagora conversou com o deputado estadual Dr. Eugênio (PSB), que antes de entrar para a política foi dono de uma pousada pesqueira por cerca de 14 anos. O parlamentar destaca a potencialidade turística do Araguaia e o projeto de construção de orlas em cidades como São Félix do Araguaia, Luciara, Cocalinho e Novo Santo Antônio.

“Hoje o turismo é uma das principais fontes de renda de Cocalinho, que é o turismo da pesca, o turismo náutico utilizando o Rio Araguaia, o Rio Cristalino, o Rio Corixão e o Corixinho. Aqui é praticada a pesca esportiva bem antes da lei estadual. Em Cocalinho, uma Piraíba solta ela não tem preço. Ela é capturada várias vezes. Então uma Piraíba chega a valer mais de 10, 15, 20 mil reais. Porque ela é tanto pega e solta que faz com que o guia de pesca que ganha aproximadamente R$ 600 por dia, ele consiga aumentar bastante a sua fonte de renda”, afirma o deputado.

Ponto fechado para visitação

Um dos pontos mais famosos da região é a Gruta Azul, localizada próximo ao município de Cocalinho. O local possui um lago dentro de uma gruta que às 15h, devido a incidência do sol, a água fica com uma coloração azul muito viva.

A gruta fica localizada dentro de uma propriedade privada e até pouco tempo atrás era aberta par visitação do público. Todavia, devido aos maus hábitos dos turistas que sempre deixavam lixo no local após a visita, o dono da fazenda resolveu fechar o espaço que agora não pode ser visitado nem com guia.
Clique AQUIentre no grupo de WhatsApp do Entretê e receba notícias de Cultura e programações artísticas.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet