Cuiabá, sábado, 20/07/2024
03:33:38
informe o texto

Notícias / Polícia

17/04/2024 às 18:28

COMEMORAÇÃO MACABRA

Serial killers comemoram morte de motorista em festa regada a sexo, bebidas e drogas no Zero KM

Assassino diz em depoimento que caminharam por duas horas até a boate com camisetas ensanguentadas e em nenhum momento foram abordados

Eloany Nascimento

Serial killers comemoram morte de motorista em festa regada a sexo, bebidas e drogas no Zero KM

Foto: reprodução

O trio de latrocidas que confessou ter assassinado brutalmente três motoristas de aplicativo no último final de semana comemorou o “sucesso” nos crimes com festa regada a bebidas, drogas e sexo.
 
A informação foi repassada por Lucas Ferreira da Silva, de 20 anos, único maior de idade do grupo criminoso. De acordo com ele, a comemoração aconteceu após a segunda execução, ocorrida no sábado (13). A vítima foi o motorista de aplicativo Nilson Nogueira, 42 anos.
 
Lucas afirma que a festa aconteceu em uma boate na região do Zero Km, em Várzea Grande. A comemoração sobre o sucesso na ‘empreitada’ foi usando drogas, bebendo e contratando garotas de programas.

Durante o interrogatório, o criminoso disse ainda que após matarem Nilson, fugiram com o carro dele. No entanto, em determinado local o carro estragou, momento em que decidiram abandonar o veículo e caminharam por duas horas até a região conhecida como Zero.

Consta no documento policial que durante o trajeto, Lucas, L.P.S, 17 anos, e um outro suspeito de participar do crime, identificado como ‘HG’, estavam com as camisetas ensanguentadas caminhando tranquilamente pela rua da cidade sem serem abordados, bem como na boate ninguém questionou a procedência do sangue. 

Leia também - Mais duas pessoas estariam envolvidas no assassinato dos três motoristas de aplicativo

Segundo o depoimento em que o Leiagora teve acesso, os assassinos em série gastaram R$ 2,6 mil na boate, dinheiro oriundo de um acerto de contas do antigo emprego de Lucas, o qual trabalhava até duas semanas atrás antes de ser demitido. 

Durante o interrogatório, o investigado foi questionado se antes dos crimes faziam uso de entorpecentes ou bebida alcoólica, sendo respondido que não, no entanto, afirmou que após todos os crimes sempre usavam cocaína.

Desaparecimento

Nilson Nogueira, morador do CPA 3, foi a segunda vítima dos serial killers. Ele saiu de casa no início da noite de sábado para trabalhar como motorista de corridas por aplicativo, com seu veículo GM Ônix prata, quando no fim da noite foi acionado pelo grupo criminoso.

Durante a corrida, outro suspeito identificado como HG, que ainda está em liberdade, anunciou o assalta, em seguida foram para um local ermo e cometeram o crime. Nilson foi morto com cerca de 10 facadas no pescoço, sendo uma com faca de serra e outras com o seu próprio canivete.

O menor de 15 anos não participou da execução, no entanto recebeu o vídeo do crime, enviado por HG, através de um aplicativo de mensagem. A visualização era no modo única.

Durante a fuga do local, o veículo de Nilson estragou e foi abandonado. Já na madrugada de domingo, por volta das 04h35 o carro foi localizado próximo à Ponte Nova, sentido Cuiabá - Várzea Grande.
 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet