Cuiabá, sexta-feira, 24/05/2024
21:55:15
informe o texto

Notícias / Geral

20/04/2024 às 08:22

ESTAVAM COM FOME

‘Tratamos todos com dignidade’, diz delegado sobre trio de serial killers comendo baguncinha em delegacia

Na ocasião, Olímpio da Cunha afastou acusações de agressão contra os menores e reafirmou a competência e profissionalismo da Polícia Civil e do Poder Judiciário

Amanda Garcia

‘Tratamos todos com dignidade’, diz delegado sobre trio de serial killers comendo baguncinha em delegacia

Foto: Reprodução

O delegado Olímpio da Cunha Fernandes da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), afastou as acusações em torno das supostas agressões sofridas pelo trio de serial killers durante as diligências envolvendo o caso do grupo criminoso responsável por matar três motoristas de aplicativo em Várzea Grande na última semana.

Em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (19), o delegado comentou um vídeo que circula nas redes sociais onde os criminosos aparecem comendo 'baguncinha', sentados no chão da delegacia. Na ocasião ele garantiu que todos os presos são tratados com dignidade e lamentou as falsas especulações sobre a conduta policial durante atuação dos acusados.

“Ninguém encostou a mão neles, em alguns casos, a pessoa com receio do crime que praticou, usa essa tática durante audiência de custódia pra ver se cola. Nós tratamos todos os presos com muita dignidade. Inclusive chegou a vazar um vídeo deles comendo baguncinha aqui na delegacia. Eles estavam sem comer e nós não sabíamos se até a hora que eles fossem encaminhados para carcerária eles teriam tempo ou alguma previsão para fazer uma refeição, então, equipe dos próprios policiais que aqui estavam cotizaram e compraram um lanche para cada um para que eles não passassem fome”, disparou.

Olímpio ainda destacou que além de profissionais, os oficiais responsáveis pelas diligências jamais colocariam qualquer ‘mácula’ sobre um caso tão sensível e importante quanto ao latrocínio dos motoristas.

“Somos profissionais, não encostamos a mão em nenhum deles porque além de saber que isso não seria certo, jamais colocaríamos qualquer mácula em uma prisão tão importante como essa, de modo algum essas acusações prosperam. Mas, muitos assuntos foram levantados, ficamos sabendo de uma agressão contra um defensor público, entre várias outras coisas. Só que isso não nos amedronta ou nos deixa constrangidos, cada uma das esferas está fazendo o seu próprio trabalho, tanto o Ministério Público, quanto a Defensoria Pública e o próprio Judiciário estão fazendo exatamente o papel que lhes cabem”, assegurou.

As declarações foram dadas logo após a prisão da quarta suspeita de integrar o grupo criminoso.

Keise Melissa Rodrigues Matos, 25 anos, foi apontada como a “mente” por trás dos assassinatos e irá responder pelos mesmos crimes do trio de serial killers, roubo majorado pelo concurso de pessoas, restrição de liberdade das vítimas, grave ameaça com emprego de arma branca e resultado morte em decorrência da violência e ocultação de cadáver das vítimas.

Tanto ela quanto Lucas Ferreira da Silva, de 20 anos, também irão responder por corrupção de menores.
 
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet