Cuiabá, quarta-feira, 28/10/2020
18:39:21
informe o texto

Notícias / Judiciário

13/10/2020 às 16:53

MP investiga mais três empresas acusadas de participar de mensalinho na ALMT

A participação das empresas foi delatada pelo ex-deputado estadual e presidente da ALMT, José Geraldo Riva

Camilla Zeni

MP investiga mais três empresas acusadas de participar de mensalinho na ALMT

Foto: Reprodução

O promotor de Justiça Mauro Zaque de Jesus, do Ministério Público de Mato Grosso, abriu novas investigações contra três empresas acusadas de participar do esquema de pagamento de propinas orquestrado na Assembleia Legislativa (ALMT).

Dessa vez, as investigações giram em torno das empresas Sal Locadora de Veículos Ltda, Uni Soluções em TI e Intergraf EGP da Silva ME.

A participação das empresas foi delatada pelo ex-deputado estadual e presidente da ALMT, José Geraldo Riva, que fechou acordo de colaboração premiada com o Ministério Público no início deste ano. 

Leia também - Empresa delatada em esquema de mensalinho na ALMT é investigada pelo MPE

No anexo 1 de sua delação, Riva detalha esquema de pagamento de propina para os deputados estaduais, o que foi chamado de "mensalinho". Segundo ele, as empresas teriam participado desse desvio de dinheiro público por meio de contratos fictícios, sendo que as irregularidades nos contratos ocorreram de 1º de fevereiro de 2003 a 31 de janeiro de 2015.

"Considerando a necessidade de maiores informações a fim de instruir o presente caderno informativo, é necessária seja colhida informações sobre contratação e eventual pagamento efetuado à empresa citada, no período mencionado, bem como a remessa, pela ALMT de informações e documentos pertinentes", justificou o promotor ao determinar a investigação.

Para obter mais informações, o promotor pediu que a Assembleia Legislativa encaminhe, em até 15 dias úteis, os contratos celebrados com as empresas e seus respectivos aditivos, prorrogações, processos de liquidações e notas fiscais.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet