Cuiabá, sábado, 16/01/2021
04:57:31
informe o texto

Notícias / Judiciário

18/12/2020 às 18:44

Maria Helena Póvoas toma posse como presidente do TJMT

A nova diretoria entra em exercício nos respectivos cargos em 1º de janeiro de 2021

Eduarda Fernandes

Maria Helena Póvoas toma posse como presidente do TJMT

Foto: Reprodução

Foi realizada, na tarde desta sexta-feira (18), a cerimônia de posse da nova diretoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). Comandará o órgão no biênio 2021/2022 a desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, como presidente; a desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, como vice-presidente; e o desembargador José Zuquim Nogueira, como corregedor-geral da Justiça.

“Com pesar no coração realizamos hoje a posse virtual, sem presença física de nossos familiares e amigos em decorrência da pandemia de covid-19. Não lamento a ausência da sessão solene, visto que é de conhecimento público a minha simplicidade e o meu desapego às formalidades. Sinto falta, isto sim, do contato físico com aqueles que amamos. Mas, sobretudo, lamento profundamente s vidas ceifadas, o desemprego e o sofrimento causados por essa pandemia às famílias brasileiras. Externo aqui os meus mais profundos sentimentos de pesar a essas famílias”, disse a presidente eleita.

Maria Helena citou o marco que representa a desembargadora aposentada Shelma Lombardi de Kato, primeira juíza do Estado e primeira presidente mulher do TJMT, e se disse honrada em dividir a gestão do próximo biênio com Maria Aparecida.

“Daremos continuidade aos projetos e iniciativas exitosas, mas com olhar atento aos problemas que por falta de tempo ou recursos não puderam ser solucionados. Estaremos voltados ao primeiro grau de jurisdição, onde o cidadão aporta com suas demandas esperando a solução dos seus problemas”, afirmou.

Outras metas da presidente eleita será também a luta pela igualdade de gênero, a contratação de novos juízes aprovados no último concurso e assegurar o ranking de produtividade e eficiência do TJMT reconhecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Homenagem
Shelma Lombardi de Kato, primeira juíza e presidente mulher do TJMT, escreveu uma homenagem às desembargadoras. “Apesar das conquistas alcançadas, ver no pódio duas mulheres de inequívoca competência é sem dúvida motivo de imensa alegria e de esperança de dias melhores para a Justiça e para a causa da humanidade”, diz trecho do texto lido no ato.

Despedida
O atual presidente, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, lembrou que em sua cerimônia de posse, em 19 de dezembro de 2018, elencou quais seriam as metas de sua gestão, dentre elas a conclusão da migração de processos físicos ao Processo Judicial Eletrônico (PJe), o que foi fundamental em 2020 devido ao cenário pandêmico.  “Hoje menos de 0.5% dos processos tramitam de forma física e em questão de dias o último processo físico será encaminhado ao museu do Judiciário”, comemorou.

Carlos Alberto citou que a comunicação direta com a população, por meio da tecnologia (redes sociais), torna o Judiciário mais eficiente, o que avançou ainda mais durante a pandemia. Destacou também que o Judiciário liberou R$ 1,3 bilhão em alvarás, contribuindo para o aquecimento da economia do Estado.

Dentre as melhorias estruturais realizadas, o presidente falou da reforma de climatização do Fórum de Cuiabá.

Carlos Alberto agradeceu aos desembargadores pela harmonia, lamentou que seus familiares não puderam estar presentes na solenidade de fez votos de dias melhores. “Se os nossos governantes não misturarem saúde com política, tenho certeza que dias melhores estão chegando”.

Detalhes
Devido à pandemia de covid-19, a solenidade ocorreu de forma on-line. Participaram virtualmente o governador Mauro Mendes (DEM), o Procurador Geral de Justiça, José Antônio Borges, a deputada estadual Janaina Riva (MDB), o presidente da Ordem dos Advogados Seccional Mato Grosso Leonardo Campos, o conselheiro interino do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Luiz Carlos Pereira e o secretário de Estado de Segurança Pública Alexandre Bustamante.

A nova diretoria entra em exercício nos respectivos cargos em 1º de janeiro de 2021. A nova composição diretiva assume os cargos deixados pelos desembargadores Carlos Alberto Alves da Rocha (presidente), Maria Helena Póvoas (vice-presidente) e Luiz Ferreira da Silva (corregedor-geral da Justiça), no biênio 2019/2020.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet