Cuiabá, quinta-feira, 25/02/2021
01:14:36
informe o texto

Notícias / Política

21/01/2021 às 19:18

Mauro diz que MT depende da China e pede ajuda à embaixada para compra de vacinas

Gestor pontuou que o Estado depende de um ambiente harmônico, não apenas pela pandemia, mas em razão de questões comerciais

Da Redação - Eduarda Fernandes / Reportagem local - Edyeverson Hilário

Mauro diz que MT depende da China e pede ajuda à embaixada para compra de vacinas

Foto: Reprodução

O governador Mauro Mendes (DEM) falou, na tarde desta quinta-feira (21), sobre a relação com a China e as tratativas para aquisição dos insumos necessários para a produção da vacina contra a covid-19. Em entrevista coletiva, o democrata pontuou que o Estado depende de um ambiente harmônico, não apenas pela pandemia, mas em razão de questões comerciais.

“Nós dependemos muito da China nas nossas relações internacionais. A China é o maior parceiro comercial do Estado de Mato Grosso, é a segunda maior economia do planeta, um país que consome muito. Interessa muito ao Brasil, seguramente, e a Mato Grosso também manter uma boa relação com aquele importante país. E não só nesse item da vacina, como em tantos outros aspectos é muito importante o Brasil e Mato Grosso ter uma boa relação internacional com a China”, comentou.

Leia também - Mauro assina carta que pede diplomacia de Bolsonaro com a China para aquisição de insumos

Mauro contou que na tarde de hoje falou com a embaixada novamente e reforçou o pedido de ajuda, para que o organismo interceda por Mato Grosso na aquisição de um milhão de doses da vacina, cujo pedido de compra já está formalizado. Neste ponto, o gestor diz não terpreferência entre a Sinovac e a Sinopharm.

O democrata foi questionado se os governadores se sentem obrigados a atuar no regaste da relação com o país chinês para adquirir os insumos, tendo em vista a dificuldade do governo federal em estabelecer essa conexão. Mauro, apesar de deixar nas entrelinhas seu posicionamento pessoal de descontentamento, diz que na condição de governador deve ser parcimonioso e evitar acirrar os ânimos.

“A relação internacional do Brasil cabe ao governo federal, ao Itamaraty. A mim, como governador, cabe cuidar deste canto do Brasil e estabelecer a melhor relação possível, tanto com o governo federal, quanto com os governos estaduais, quanto com governos internacionais. Então do nosso lado aqui, não pretendo ficar fazendo crítica ao nosso presidente. Como cidadão eu tenho as minhas opiniões, mas como governador, tenho que cuidar do interesse coletivo, do nosso Estado, e preservar as nossas relações”.

Na mesma ocasião, o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, citou uma reunião com o presidente da Ibrachina, Thomas Low, responsável pela relação comercial. “Governador já vinha tratando com a embaixada da China no Brasil. Temos também uma servidora que mora em Xangai, na China, tem feito esse trabalho. E ontem nessa reunião da Ibrachina, o presidente Low se incumbiu de fortalecer, de ajudar o Governo do Estado de Mato Grosso na aquisição de um milhão de doses para toda a sociedade mato-grossense”.

Mauro Carvalho não acredita que a questão diplomática do governo federal esteja influenciando na situação. “As portas na relação com a China estão sendo extremamente transparentes, aberta. Sem problema nenhum”.

Carta ao presidente
Nesta quarta (20), 
Mauro assinou a carta do Fórum dos Governadores encaminhada ao presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). Ao todo, 15 governadores assinaram o documento, no qual pedem que seja estabelecido um diálogo diplomático com outros países, com foco na China e índia, para aquisição de insumos para a produção de vacina contra a covid-19, através de Institutos como Butantan e a Fiocruz.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet