Cuiabá, sábado, 17/04/2021
23:37:56
informe o texto

Notícias / Cinema

07/04/2021 às 08:20

Documentário inédito homenageia Cuiabá e suas cores

Filme de Marithê Azevedo tem pré-estreia online pelo Cine Teatro Cuiabá

Entretê

Documentário inédito homenageia Cuiabá e suas cores

Foto: Divulgação

Homenagem à Cuiabá e à multiplicidade de culturas que constituem a cidade, o documentário inédito "As cores que habitamos", de Marithê Azevedo, terá pré-estreia online nesta quinta-feira  (8), a partir das 19h30, através da página do Facebook do Cine Teatro Cuiabá. O compartilhamento online e gratuito do filme ficará disponível pelo período de 24 horas. Classificação indicativa livre.

O telefilme de 51 minutos é uma reflexão sobre as múltiplas culturas que habitamos, tendo como cenário a cidade de Cuiabá. A metáfora de uma árvore - onde um grupo de pessoas desenha enquanto reflete sobre a cidade - e que tem as raízes como ancestralidade, o tronco como a atualidade e a copa como um porvir, vai dialogando com narrativas de habitantes de distintos lugares. Para a professora Angela Fontana o documentário "As cores que habitamos fala sobre memória, sobre aspectos da cidade invisibilizados por narrativas que se sobrepuseram a outras narrativas, fala de pluralidade”.


O filme é resultado da relação que a cineasta Marithê Azevedo vem tecendo com a cidade de Cuiabá por meio de suas pesquisas e poéticas urbanas há mais de uma década. Para o gestor cultural Jan Moura: “As cores que Habitamos é sobre nós. Nós enquanto existências, nós como pessoas, mas também daqueles nós que atamos e desatamos: que por vezes chamamos de cultura. A narrativa documental de Marithê Azevedo vai, camada a camada, relevando traços daquilo que somos feitos. Ela vai conectando imagens, sons, e visões sobre ser e viver nossa cidade. Sobre aquilo que construímos, sobre aquilo que destruímos, sobre o que temos, sobre o que não temos mais. Um tratado sobre a cultura de Cuiabá”. 

Marithê ressalta que no documentário a linha poética tem uma relação com a água e com o circulo como elementos estruturantes onde as narrativas vão sendo articuladas. Ela diz que, desde 2009 vem propondo poéticas urbanas no mês de abril em homenagem à cidade e que neste ano de 2021 a homenagem se dará com essa pré-estreia online do filme.

O filme As cores que habitamos tem a fotografia de João Carlos Bertoli e foi produzido pela Lamiré Cinema e Vídeo com apoio do edital Procine, em parceria com a Secretaria de Cultura do Município de Cuiabá.

Marithê Azevedo é documentarista. Prêmio de Melhor Documentário Brasileiro por Memórias Clandestinas no Festival Internacional do Cinema Feminino; Prêmio Intercom de Melhor Pesquisa sobre Audiovisuais e Educação pelo documentário/ficcional Imagens da Cidade. Pesquisadora Associada do Programa de Pós-graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO/UFMT). Atuou com jurada do VIII TALLER DE GUION, del XI BOLIVIA LAB.


Serviço
O quê: Pré-estreia online do longa metragem “As cores que habitamos” (2021, 51’), de Marithê Azevedo.
Quando: Quinta-feira, 8 de abril, aniversário de Cuiabá, a partir das 19h30.
Onde: Página do Facebook do Cine Teatro Cuiabá, aba Publicações (facebook.com.br/cineteatrocuiaba)

Compartilhamento gratuito do filme ficará disponível pelo período de 24 horas.
 
Com assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet