Cuiabá, segunda-feira, 21/09/2020
02:47:56
informe o texto

Notícias / Cultura Popular

03/09/2020 às 12:33

Exposição contrapõe queimadas à poética do fogo na cultura dos povos do Xingu

No dia 7 de setembro, Caio Ribeiro e Henrique Santian lançam virtualmente série que resulta de uma imersão pelas queimadas em Mato Grosso

Maria Clara Cabral

Exposição contrapõe queimadas à poética do fogo na cultura dos povos do Xingu

Imagem da série ‘Atenção A Tensão’

Foto: Henrique Santian

Tomado pela fumaça, Mato Grosso e seus biomas estão em estado de alerta. A biodiversidade da fauna e flora e a cultura dos povos originários estão ameaçadas pelo fogo, cuja força tem extrema importância na cultura indígena, mas que, descontrolado, consome seus territórios.

O projeto ‘Atenção A Tensão’ torna pública, no dia 7 de setembro, uma exposição virtual de imagens que unem a fotografia de Henrique Santian e a poética de Caio Ribeiro para retratar esse poder ambivalente do fogo na perspectiva dos povos do Xingu.

O material é fruto de uma imersão pelas queimadas em Mato Grosso, que começou em 2019. O interesse pelas queimadas, no entanto, já é algo que acompanha o fotógrafo Henrique Santian há muito tempo. Ele é voluntário do Parque Nacional de Chamada dos Guimarães e vem realizando a cobertura de diversas ações do ICMBio contra os incêndios.

“O fogo é um fascínio. Para a exposição, criamos imagens poéticas, com seres do cerrado em chamas e cinzas. São figuras de uma nova mitologia surgindo” comenta.

Os artistas começaram a desenvolver o trabalho quando Santian convidou Caio para construir um poema visual sobre a série de imagens que ele pretendia lançar.

“Quando ele me chamou, fiquei encantado. As imagens eram muito fortes” conta o escritor. As primeiras foram compostas por uma técnica de sobreposição, que unia imagens de guerreiros do Xingu e as queimadas no cerrado”.

A partir das fotografias, eles passaram a trabalhar na criação de uma poética que mostrasse a potência destrutiva do fogo, dialogando com saberes de povos do Xingu, cujos rituais vem sendo retratados por Henrique Santian.

“O povo do Xingu é muito sábio. Eles querem viver em um mundo onde não há destruição. O fogo para eles é um ciclo natural, é uma fonte de poder. Mas do jeito que está acontecendo, está sem controle, está matando”, ressalta Henrique.


Imagem da série ‘Atenção A Tensão’. Foto: Henrique Santian

Antes mesmo que as queimadas voltassem a preocupar comunidades e ambientalistas em 2020, ‘Atenção A Tensão’ tinha data de estréia para o começo do ano, no Museu de Imagem e Som de Cuiabá (MISC). Com a pandemia do coronavírus, a exposição foi adiada.

Conforme os artistas, havia ainda uma parceria com o Museu do Índio do Rio de Janeiro e um grande acervo de arte indígena do Centro Cultural Ikuyapá, mas tudo fora reinterpretado para o ambiente virtual. O projeto tem apoio da Coordenação de Cultura e Vivência da UFMT/PROCEV.

“A pandemia começou exatamente na semana que íamos abrir a exposição. Já estava quase tudo pronto. Pensamos muito e decidimos migrar tudo para virtual. Nesse novo contexto, muita coisa fica de fora, mas muita coisa nova aparece” comenta Caio Ribeiro, que está construindo o design do site em que a plataforma da exposição será hospedada.

 
Imagem da série ‘Atenção A Tensão’. Foto: Henrique Santian
Programação

‘Atenção A Tensão’ é gratuita e expõe uma série de imagens inéditas das queimadas em Mato Grosso, além de um vídeo-arte produzido pelos artistas. Conta ainda com uma programação de bate-papo sobre as experiências de produção e da criação das imagens.

A mostra será lançada na próxima segunda-feira (7), pontualmente às 19h07 (horário local) e acontecerá vias redes sociais, onde o link será compartilhado para que as pessoas possam acessar os conteúdos.

O site só poderá ser acessado no momento do lançamento: https://atencaoexpo.wixsite.com/abertura

Confira o teaser de 
‘Atenção A Tensão’:

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Preencha seu email abaixo para receber atualizações diárias de nossos artigos
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet