Cuiabá, quarta-feira, 21/02/2024
07:21:44
informe o texto

Notícias / Judiciário

21/11/2023 às 14:42

"CONDIÇÃO FRÁGIL"

Justiça concede prisão domiciliar a filho de deputado que matou casal em Cuiabá

No documento, assinado pelo desembargador José Zuquim Nogueira, consta que a defesa do réu alegou problemas de saúde físicos e psicológicos

Eloany Nascimento

Justiça concede prisão domiciliar a filho de deputado que matou casal em Cuiabá

Foto: reprodução

Carlos Alberto Gomes Bezerra, 57 anos, responsável pelo feminicídio da ex-namorada Thays Machado e homicídio de Willian César Moreno, teve o pedido de prisão domiciliar concedido pela Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. O crime ocorreu no dia 18 de janeiro deste ano, em Cuiabá.

No documento, assinado pelo desembargador José Zuquim Nogueira, consta que a defesa do réu alegou problemas de saúde físicos e psicológicos. 

“Assevera que estão presentes os requisitos necessários para a substituição da prisão preventiva por domiciliar, notadamente pelo estado de saúde debilitado em que o paciente se encontra em razão de moléstias físicas e psicológicas e, ainda, pela insuficiência estrutural do estabelecimento penitenciário em que se encontra para suprir as necessidades prementes que a condição frágil do paciente impõe”, diz trecho da decisão.

O magistrado ainda acrescentou que o impetrante continuará preso cautelarmente, porém, em sua residência, em período integral de 24 horas diariamente, sendo que em caso de descumprimento injustificado de qualquer das situações impostas, retornará ao cárcere.

Consta ainda na decisão que a cada 90 dias, Carlinhos deverá apresentar um relatório médico circunstanciado com detalhamento da evolução do quadro clínico, para reavaliação da continuidade da medida 

Além das medidas, o desembargador reforçou que entende a gravidade do caso. 

“Registro que não questiono a gravidade dos fatos a ele imputados, pois, não há como afastar a extrema magnitude dos crimes de feminicídio e homicídio qualificado praticados", disse.

O caso

Thays Machado e  Willian César Moreno  foram assassinados em plena luz do dia no dia 18 de janeiro, em uma quarta-feira, em frente ao Edifício Solar Monet, localizado no bairro Consil, em Cuiabá. 

O autor dos disparos seria o ex-marido da vítima, Carlos Alberto Gomes Bezerra, filho do deputado federal Carlos Bezerra (MDB). 

Em 2020, a vítima já havia registrado BO contra o suspeito, por danos, após arrombar a porta da casa dela, por não aceitar o fim do relacionamento.

Os vizinhos informaram ao Leiagora que Thays foi até o prédio da mãe para entregar a chave do carro e que ela teria registrado outro boletim de ocorrência no mesmo dia do crime contra o ex-companheiro.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet