Cuiabá, sábado, 20/07/2024
12:34:16
informe o texto

Notícias / Política

26/12/2023 às 16:33

PRESENTE DE NATAL

Anestesistas paralisam atividades no HMC pedindo pagamento de atividades prestadas na gestão Emanuel

Intervenção na Saúde pagou 2/3 da dívida deixada por Emanuel, mas precisa focar em serviços atuais

Jardel P. Arruda

A Cooperativa de Médicos Anestesiologistas do Estado de Mato Grosso (Coopanest-MT) paralisou atividades no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e no Hospital São Benedito, nesta terça-feira (26). Com isso, deverão ser mantida apenas a cirurgias de urgência e emergência, paralisando a fila de cirurgias eletivas.

Os anestesistas pedem o pagamento referente ao mês de fevereiro, quando a gestão estava sob comando do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Quando a Intervenção Estadual na Saúde assumiu o comando, a orientação do Ministério Público e Tribunal de Contas foi para se ater aos pagamentos de serviços prestados somente sob a intervenção.

De acordo com nota enviada pelo Gabinete Estadual de Intervenção na Saúde de Cuiabá,  Cooperativa tinha três pagamentos em aberto quando o Gabinete assumiu a gestão da Saúde: dezembro de 2022, janeiro e fevereiro de 2023. A Intervenção pagou os meses de dezembro de 20222 e janeiro de 2023, apesar da orientação do MP.

Confira nota na íntegra:

NOTA

Sobre a paralisação dos serviços da Cooperativa de Médicos Anestesiologistas do Estado de Mato Grosso (Coopanest-MT) nos hospitais da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), Gabinete Estadual de Intervenção na Saúde de Cuiabá esclarece: 

•    Os pagamentos de serviços prestados durante o período de intervenção estão em dia. Os valores referentes a novembro de 2023 estão em fase de instrução de processo, rito obrigatório para pagamento e que está dentro do prazo. 

•    A Cooperativa tinha três pagamentos em aberto quando o Gabinete assumiu a gestão da Saúde: dezembro de 2022, janeiro e fevereiro de 2023. Mesmo diante do cenário caótico em que se encontrava a Saúde Municipal, o Gabinete realizou o pagamento dos meses de dezembro e de janeiro, ficando o mês de fevereiro para posterior negociação. 

•    Conforme decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o Gabinete tem priorizado o pagamento dos serviços prestados durante a intervenção e está concluindo o planejamento para a quitação dos débitos anteriores.
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet