Cuiabá, sábado, 25/05/2024
03:09:46
informe o texto

Notícias / Geral

24/04/2024 às 16:35

MAIS RIGOR

Senador Carlos Fávaro cobra punição sobre desmatamento ilegal no Pantanal

Ministro ainda destacou que a sustentabilidade é a garantia de que o Brasil vai continuar sendo um grande gerador de alimentos

Leiagora

Senador Carlos Fávaro cobra punição sobre desmatamento ilegal no Pantanal

Foto: Divulgação

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, cobrou punição exemplar ao pecuarista acusado de desmatar ilegalmente mais de 80 mil hectares no Pantanal, em Mato Grosso.

Durante a 1ª Reunião Ordinária do Observatório do Meio Ambiente e das Mudanças Climáticas do Poder Judiciário, na sede do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na tarde desta terça-feira (23), o ministro ressaltou seu estarrecimento diante da situação.

“Como todo brasileiro, como todo cidadão do mundo, fiquei estarrecido com o que foi explicitado nos últimos dias. Tenho certeza de que o Poder Judiciário não faltará para reprimi-lo como exemplo para que ninguém nunca mais ouse fazer algo como esse, que destrói o sonho de brasileiros de ter um santuário como aquele preservado”, ressaltou Fávaro aos ministros presidentes do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Herman Benjamin, e do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso.

O ministro ainda destacou que a sustentabilidade é a garantia de que o Brasil vai continuar sendo um grande gerador de alimentos. “Onde há alimentos, onde não há fome, há paz”, comentou.

Isso porque, segundo o ministro, o maior ativo brasileiro para a produção agropecuária é o clima, permitido que o país seja protagonista mundial na produção agrícola.

Fávaro destaca, ainda, que para continuar intensificando a produção de alimentos, não há necessidade de desmatar qualquer área preservada do país, tendo em vista que o Brasil conta, conforme estudos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Banco do Brasil, cerca de 160 milhões de hectares de pastagens que podem ser convertidos e recuperados, sendo 40 milhões com alta aptidão para a agricultura.

 
Da assessoria
Clique aqui, entre na comunidade de WhatsApp do Leiagora e receba notícias em tempo real.

Siga-nos no Twitter e acompanhe as notícias em primeira mão.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet