Cuiabá, sexta-feira, 23/07/2021
14:25:08
informe o texto

Notícias / Política

06/11/2020 às 08:00

Em live, Bolsonaro pede voto para coronel mas cita 'mais dois bons candidatos'

Presidente informou que apenas depois que fechou apoio à candidata militar foi que outros candidatos o procuraram

Camilla Zeni

Em live, Bolsonaro pede voto para coronel mas cita 'mais dois bons candidatos'

Foto: TV Brasil

Ao final de sua transmissão ao vivo feita na noite dessa quinta-feira (5), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), tornou a afirmar seu apoio à Coronel Fernanda (Patriota) para a eleição suplementar do Senado. No entanto, ele reconheceu ter ao menos "mais dois bons candidatos" que também mereceriam seu apoio.

Na transmissão, Bolsonaro comentou brevemente sobre a eleição e revelou que, desde o início do ano, abriu conversa com a coronel da Polícia Militar. Segundo ele, apenas depois que ele fechou apoio à representante militar foi que outros candidatos o procuraram em busca de apoio.

"É uma pessoa que, depois que eu conheci, transmitiu confiança para gente. Tem excelentes candidatos ao Senado em Mato Grosso, reconheço. Pessoas maravilhosas aí. Mas depois que eu fechei com a Fernanda, essas pessoas me procuraram. Então eu lamento. Eu até teria dificuldade de qualquer maneira porque tem pelo menos mais dois bons candidatos ao Senado no Mato Grosso”, disse o presidente.

Bolsonaro também mencionou que a disputa, que tem 11 candidatos, teria “quatro ou cinco com chances de se eleger”. 

O presidente tem sido bastante citado nas campanhas ao Senado em Mato Grosso, em uma tentantiva dos candidatos de conquistarem os votos dos seguidores de Bolsonaro, que teve bastante apoiadores em 2018. Apesar de não ter citado nomes em sua transmissão, alguns candidatos já se consideram “os bons” mencionados pelo presidente.

Eleição suplementar
O pleito ocorre no próximo 15 de novembro para preenchimento de vaga deixada após cassação do mandato de Selma Arruda (Podemos), que foi eleita em 2018 com mais de 670 mil votos. 

Selma teve o mandato cassado em dezembro de 2019 pelo Tribunal Superior Eleitoral, pela prática de caixa dois e abuso de poder econômico. Atualmente sua vaga é ocupada pelo candidato Carlos Fávaro, de forma interina.

Confira o vídeo abaixo:

 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet