Cuiabá, sexta-feira, 05/03/2021
18:36:35
informe o texto

Notícias / Política

23/02/2021 às 15:39

AL aprova PLC que permite Estado explorar estrutura do sistema ferroviário

A medida permite a integração do Estado com o sistema federal de viação, os modais logísticos e tem como meta reduzi o custo do transporte e melhorar a competitividade

Da Redação - Eduarda Fernandes / Reportagem Local - Camilla Zeni

AL aprova PLC que permite Estado explorar estrutura do sistema ferroviário

Foto: Reprodução

Foi aprovado nesta terça-feira (23), em primeira e segunda votação, o Projeto de Lei Complementar (PLC) 10/2021, que trata do Sistema Ferroviário de Estado do Mato Grosso (SFE-MT) e dos regimes de exploração dos serviços de transporte ferroviário de cargas e de passageiros. A votação ocorreu na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). 

Com a aprovação, o Governo do Estado poderá explorar a infraestrutura física e operacional do transporte ferroviário delegada por outro ente público, a qual também integrará o SFE. Neste contexto, integram o sistema os pátios e terminais, as oficinas de manutenção e demais instalações de propriedade do Estado.

Leia também - Dilmar que acumular vice-presidência e liderança do governo na ALMT

Os objetivos do SFE são promover a integração do Estado com o Sistema Federal de Viação e com unidades federais limítrofes; promover integração de todos os modais logísticos existentes no Estado, com objetivo de reduzir o custo do transporte e melhorar a competitividade da produção mato-grossense; e possibilitar a circulação econômica de bens e prover meios e facilidades de transporte coletivo de passageiros, mediante oferta de infraestrutura viária adequada e operação racional e segura do transporte intermunicipal.

“A relação de ferrovias que integram o SFE/MT, quando houver, será consolidada por ato do Chefe do Poder Executivo Estadual, com indicação dos traçados referenciados por localidades intermediárias ou pontos de passagem”, diz o artigo 5º.

O artigo seguinte define que a administração do SFE fica a cargo do Governo do Estado e isso engloba planejamento, construção, manutenção, operação, exploração e fiscalização dos serviços e obras referentes ao transporte ferroviário de sua competência, incluindo o transporte intermunicipal e os a ele delegados por outros entes públicos.

Neste sentido, Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT) exercerá as competências relativas à regulação, controle e fiscalização da prestação dos serviços públicos do SFE. A ela também poderá ser delegado, por decreto, a execução dos processos de licitação e seleção públicas. Já o Estado exercerá suas competências por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

Confira o projeto na íntegra aqui.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet