Cuiabá, quarta-feira, 23/06/2021
01:03:33
informe o texto

Notícias / Política

15/05/2021 às 18:40

Em Brasília, produtores de MT criticam interferência dos Poderes e Bolsonaro reconhece o agro - veja

Durante o discurso para a multidão, Bolsonaro avaliou que o Brasil só não parou graças ao homem do campo

Camilla Zeni

Em Brasília, produtores de MT criticam interferência dos Poderes e Bolsonaro reconhece o agro - veja

Foto: TV Aprosoja

Milhares de produtores rurais e apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro, se reuníram na tarde deste sábado (15) em Brasília (DF) para uma manifestação de apoio ao gestor. O encontro foi organizado pelo Movimento Brasil Verde e Amarelo e contou com a participação maciça de mato-grossenses. Bolsonaro discursou para a plateia. 

O presidente da Aprosoja estadual, Fernando Cadore, foi um dos que participou da caravana. Agricultor, Cadore garantiu que os produtores rurais não foram a Brasília obrigados ou para reivindicar pautas do setor, mas por entender a importância da causa e por lutarem por um Brasil melhor. 

"É uma pauta democrática pelo país. Os produtores entendem que a população precisa dizer que chega da interferência dos poderes. Que tem que ter governabilidade no país para enfrentar a pandemia e fazer as políticas públicas necessárias. Não é hora de guerra política, é hora de união. É hora dos Poderes se respeitarem para que o Executivo possa trabalhar, para que o Judiciário possa trabalhar, o Legislativo... Cada um respeitando sua função", disse, durante o evento. 

Leia também - Imagens | Saídos de MT, apoiadores de Bolsonaro se concentram em manifestação; Galvan agradece

Cadore ainda destacou que a Aprosoja apoiou a manifestação, considerando ser esse o desejo dos seus associados. Por fim, parabenizou a quem participou do evento e afirmou que "acabou a alienação".

"Um ato democrático desse é bonito e ostra que a população está de olho o que está acontecendo no país. Acabou a alienação. Todos sabem, através dos meios de comunicação e mídias sociais, o que acontece de fato. Então, a verdade sempre aparece. Sejam francos com a população brasileira e respeitem o povo do nosso país", comentou. 

Na Esplanada dos Ministérios, o grupo de apoiadores foi recebido pelo presidente do alto de um carro de som. Bolsonaro também havia, antes, andado a cavalo com ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, da Agricultura Familiar, Tereza Cristina, e do Turismo, Gilson Machado. 

Já em seu discurso, o presidente reconheceu que foi eleito, em parte, graças ao apoio dos produtores rurais. Ainda, comentou que não tem sido fácil receber críticas a cada minuto, mas avaliou: "O que esses caras não entendem é que eu sou imbroxável", sendo, em seguida, ovacionado pelos seguidores que gritavam "mito, mito!". 

Bolsonaro aproveitou o discurso para alfinetar os governadores que recomendaram à população ficar em casa para evitar a proliferação da covid-19 e avaliou que o Brasil apenas não parou graças aos trabalhadores rurais e aos caminhoneiros. 

"Os empregos informais, quase 40 milhões, quem destruiu foram alguns governador e prefeitos com a sua política, sem qualquer comprovação científica, do 'fique em casa e a economia a gente vê depois", comentou no discurso. 

"O agro, além de alimentar 200 milhões de brasileiros, alimenta mais de 1 bilhão de seres pelo mundo todo. O nosso agro irá muito mais longe, porque por parte do governo ele encontrou um ambiente saudável", emendou, tecendo críticas sutis aos jornais Folha de SP e Rede Globo. 

Abaixo, confira trecho do discurso de Bolsonaro:

Assista, também, o discurso do presidente da Aprosoja, Fernando Cadore:


0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet